ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

'Portugal Sou Eu' contribuiu para aumento de vendas em 82,6% das empresas
Revista PORT.COM • 27-Out-2017
'Portugal Sou Eu' contribuiu para aumento de vendas em 82,6% das empresas



O programa 'Portugal Sou Eu' apresentou, em Lisboa, um estudo, da responsabilidade do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) que revela que 82,6% das empresas inquiridas consideram que as suas vendas beneficiaram com a adesão à iniciativa.

A coordenadora do estudo, Helena Martins Gonçalves, disse que o ISEG foi contactado pelo programa para fazer um balanço do mesmo e acrescentou que o trabalho foi desenvolvido, a partir de três vetores principais - negócios, emprego e maturidade do produto.

No entanto, verifica-se que apenas 12,7% das instituições inquiridas conseguem quantificar o impacto que a adesão ao 'Portugal Sou Eu' tem nas vendas.

Helena Martins Gonçalves acrescenta à agência Lusa que, muitas vezes, as empresas não percebem o impacto direto que o programa tem nas vendas, mas reconhecem que existe um impacto indireto, uma vez que os consumidores passam a reconhecer os produtos que têm o selo da iniciativa.

No que se refere aos motivos que levaram as instituições a aderir ao programa, 68% dos inquiridos considera que é "muito importante" no que diz respeito à melhoria da notoriedade das marcas e dos produtos, enquanto 48,4% classifica como "importante" para aumentar as vendas das empresas.

Já 60,5% considera que é "muito importante" ser uma entidade externa a atestar que o produto é português.

De acordo com o estudo, verifica-se que 18,8% dos inquiridos coloca o selo do programa apenas em alguns produtos.

Apesar de existirem vários cenários que podem justificar esta escolha, a coordenadora do estudo indica que existem entidades que se dedicam à exportação e, por isso, a aplicação do selo não se justifica, uma vez que o seu significado não é percetível para os estrangeiros.

Por outro lado, Helena Martins Gonçalves refere que a adesão ao programa implica um conjunto de requisitos, que nem todas as empresas e produtos cumprem.

No que se refere à avaliação global e perspetivas futuras do 'Portugal Sou Eu', do total de empresas, mais de 80% demonstra interesse num eventual programa de qualificação para integrar redes de fornecedores de grandes empresas.

O estudo do impacto da adesão das empresas ao programa inquiriu 153 instituições, através de um questionário eletrónico, das quais, mais de 80% detinham cerca de 50 colaboradores.

Lançado em 2012, pelo Governo, o programa 'Portugal Sou Eu' tem como objetivos promover o equilíbrio da balança comercial, combater o desemprego, melhorar a competitividade e contribuir para o crescimento sustentado da economia.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ