ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Selo 'Portugal Sou Eu' influencia consumidores no ato da compra
Revista PORT.COM • 26-Nov-2017
Selo 'Portugal Sou Eu' influencia consumidores no ato da compra



O “Portugal Sou Eu” apresentou os resultados de um estudo que avaliou a notoriedade do Selo “Portugal Sou Eu”, tendo como base os hábitos de compra dos consumidores portugueses em relação à origem dos produtos.

A apresentação do estudo, conduzido por uma equipa de professores do ISEG - Lisbon School of Economics & Management (CEGE) da Universidade de Lisboa, decorreu durante o II Fórum “Portugal Sou Eu”, no Centro de Congressos de Lisboa, tendo sido reconfirmado o comportamento dos consumidores perante a origem dos produtos, nomeadamente os alimentares, e o predomínio da despesa mensal orientada para produtos portugueses.

Segundo um comunicado enviado para a redação da Revista PORT.COM, o estudo revela que 84,5% dos consumidores procuram – para a maior parte dos produtos ou para algumas categorias de produtos – a origem do produto. Destes, 76% procura a indicação da origem do produto ou um selo (42,8%). E 85,9% dos consumidores refere a necessidade de existir um selo que identifique que o produto é português.

Os resultados são claros e apontam para um aumento, em comparação com o estudo feito em 2014, dos consumidores que compram produtos portugueses frequentemente (65,6% em 2017 e 62,4% em 2014) e dos que tentam comprar produtos portugueses sempre que existam (68,6% em 2017 e 58,7 % em 2014).

A preocupação do consumidor em relação à origem continua a ser maior nos produtos alimentares, com 94,6% para os azeites e vinhos e mais de 80% nas frutas, legumes, pão doçaria, pastelaria, peixe, carne e derivados e queijos.

A satisfação com os produtos portugueses também registou um aumento (92,8% em 2017 e 87,6% em 2014), assim como, a intenção de comprar mais produtos portugueses (50,8% em 2017 e 41,6% em 2014).

Na área da qualidade, o estudo diz que esta prevalece sobre o preço para a compra de produtos portugueses na quase totalidade das categorias, sendo predominante nas categorias de bens alimentares.

Em relação aos gastos, a maioria dos inquiridos (48,4%) gasta entre 51% a 75% da sua despesa mensal total em produtos portugueses (em 2014 registou-se 41,6%).

Já no que toca aos valores do consumidor como cidadão, os motivos que conduzem à compra revelam que 89% acredita que está a criar emprego, 87% a ajudar Portugal a ser uma economia forte, 78% a apoiar as empresas portuguesas e 77% a ajudar a melhorar o deficit.

Verifica-se um aumento da notoriedade espontânea do “Portugal Sou Eu”, existindo 30,3% de referências aos dois logos do selo em 2017 que compara com 21,4% em 2014, refere ainda o comunicado.

A notoriedade assistida regista um acréscimo de referências nos dois logos, passando de 27,7% em 2014 para 37,8% em 2017. Em particular, o selo com a insígnia “Portugal Sou Eu” obtém 26,7% das referências em 2017 (15% em 2014).

Nesta área, o estudo demonstra, ainda, que as campanhas de publicidade desenvolvidas pelo “Portugal Sou Eu” influenciaram a decisão de compra de produtos portugueses, tendo 34,3% dos consumidores admitido que passaram a comprar mais produtos portugueses.

O estudo de notoriedade e conhecimento do Selo “Portugal Sou Eu” analisou, através de um inquérito realizado a 1.201 consumidores, a perceção em relação às campanhas publicitárias desenvolvidas; os hábitos de compra de produtos portugueses e a forma de os identificar; os setores onde a diferenciação é mais importante, os critérios de exigência perante a oferta nacional; as motivações para comprar produtos nacionais e estrangeiros e as tendências de consumo.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Aqui, Brasil
Francisco Serra
Cônsul honorário de Portugal em Pelotas, Brasil
Condições mais favoráveis ao exercício do direito de voto
José Vítor Soreto de Barros
Presidente da Comissão Nacional de Eleições
Brasília, El Dorado Luso
Jack Soifer
Consultor Internacional
DISCURSO DIRETO
Um zacatrás por Portugal
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
Há condições para viver em Arcos de Valdevez
João Esteves, presidente da CM de Arcos de Valdevez
PORTUGAL
A comunidade portuguesa e a Venezuela
Paulo Pisco
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ