ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Macau vai contratar 21 médicos especialistas de Portugal
Revista PORT.COM • 13-Dez-2017
Macau vai contratar 21 médicos especialistas de Portugal



Macau vai contratar 21 médicos de Portugal para 13 áreas de especialidade no hospital público da região. As candidaturas terminam a 31 de dezembro.

Macau está a contratar 21 médicos de Portugal para 13 áreas de especialidade no hospital público da região.

As áreas de recrutamento incluem as especialidades de gastroenterologia, imagiologia, neurologia, nefrologia, pediatria, cirurgia geral, cirurgia torácica, cirurgia vascular, cirurgia metabólica, pneumologia, geriatria, psiquiatria e anatomia patológica.

“Os Serviços de Saúde da Região Administrativa Especial de Macau, perante o crescimento e desenvolvimento da medicina, verificaram ser necessário e urgente recrutar médicos especialistas em Portugal”, refere o anúncio publicado na página de Internet da Ordem dos Médicos. As candidaturas devem ser enviadas para os Serviços de Saúde até 31 de dezembro de 2017.

As especialidades de imagiologia e pediatria têm o maior número de vagas (4 cada), seguindo-se a gastroenterologia (2) e neurologia (2). As restantes nove especialidades têm uma vaga disponível.

“A remuneração de um médico especialista é fixada consoante a experiência profissional, variando entre 82.917 patacas e 112.050 patacas (equivalente a 9.615 euros e 11.693 euros), prestando 45 horas semanais de trabalho”, acrescenta a informação disponibilizada pela Ordem dos Médicos.

Macau contava em setembro deste ano com 34 médicos e 10 enfermeiros portugueses, num total de 59 profissionais oriundos de Portugal, disse o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, durante uma visita ao país.

“A construção do novo hospital das ilhas e do Centro de Controlo das Doenças Infecto-contagiosas, assim como a presença de muitos portugueses, justificam que se continuem a recrutar profissionais de saúde altamente qualificados de Portugal”, disse na altura o governante de Macau com a tutela da Saúde.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Pacto Ecológico Europeu – uma primeira avaliação
Francisco Ferreira
Presidente da Direção da ZERO
Nação luso-brasileira
Igor Pereira Lopes
Jornalista e escritor
Vidas Sem Fronteiras
Daniel Bastos
Historiador
DISCURSO DIRETO
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
O Devir da Lusofonia
Isabelle de Oliveira, Investigadora
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ