ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Empresa portuguesa Frotcom entra na gestão de frotas nos Estados Unidos
Revista PORT.COM • 14-Dez-2017
Empresa portuguesa Frotcom entra na gestão de frotas nos Estados Unidos



A empresa portuguesa Frotcom prevê aumentar a faturação para os 3,5 milhões de euros em 2017, ano da expansão para os Estados Unidos, o maior mercado mundial de sistemas de localização de frotas.

"Esta expansão [para os Estados Unidos] consolida a posição da Frotcom como um 'player' [ator] internacional na área da gestão de frotas", disse em comunicado Valério Marques, presidente-executivo da empresa fornecedora global de sistemas de localização de veículos e gestão de frotas.

Segundo o responsável, "esta expansão será operada localmente em parceria com a Frotcom USA, cujo profundo conhecimento do mercado será uma mais-valia para garantir o sucesso da mesma".

A empresa espera que já em 2018 os Estados Unidos representem entre 2% a 3% do volume de negócios, com tendência a aumentar de forma significativa nos anos seguintes.

Presente em mais de 30 países nos cinco continentes, a Frotcom prevê terminar 2017 com uma faturação total acima dos 3,5 milhões de euros, um crescimento de 10% em relação ao ano anterior, esperando que o volume de negócios global aumente a uma taxa média anual de 17,8% entre 2018 e 2021.

A entrada no mercado norte-americano permite tirar partido da mais recente alteração de regulação sobre condução de pesados, a qual passou a exigir que os camiões tenham um dispositivo eletrónico (Electronic Logging Device - ELD) que registe as horas de condução e de descanso dos camionistas.

Semelhante ao tacógrafo europeu, o ELD inclui dispositivos/tablets a bordo das viaturas, conectados ao sistema eletrónico dos veículos, que por sua vez disponibilizam 'online' informação relativa a localização e movimento.

Nos Estados Unidos, o registo dos tempos de condução e de descanso já era obrigatório, mas dependia inteiramente do motorista, que o fazia manualmente.

Esta mudança visou garantir que os condutores não passassem demasiadas horas ao volante, pondo em risco a sua segurança e a dos outros, ao mesmo tempo que reduz o trabalho burocrático que em média ocupava cerca de 15 minutos por dia a cada motorista.

O sistema Frotcom, cuja presença está consolidada em mais de 30 mercados, nomeadamente em Portugal, Itália, Espanha, Reino Unido, Roménia, Bulgária e na Grécia, tinha já a tecnologia agora exigida no mercado norte-americano e por isso pôde agora aproveitar esta oportunidade, lê-se no comunicado.

Ainda de acordo com Valério Marques, a Frotcom acumulou "uma vasta experiência" na gestão de frotas europeias ao longo dos últimos anos, o que permite agora "encarar com naturalidade" as necessidades da regulamentação norte-americana.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ