ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cereja do Fundão gera 20 milhões de euros na economia do concelho
Revista PORT.COM • 02-Jun-2018
Cereja do Fundão gera 20 milhões de euros na economia do concelho



A cereja do Fundão gera cerca de 20 milhões de euros na economia do concelho com a produção a rondar as sete mil toneladas anuais, mais de metade da cereja produzida no país, disse o presidente da câmara local.

O presidente do Município do Fundão, Paulo Fernandes, falava na apresentação da campanha da cereja do Fundão de 2018 no Mercado de Alvalade, em Lisboa, onde explicou que, apesar das três semanas de atraso no arranque da campanha, prevê-se «um bom ano de produção, caso as condições meteorológicas não preguem uma partida na maturação» do fruto.

De acordo com o autarca, a economia da cereja «desde a venda em fresco aos produtos transformados vale mais de 20 milhões de euros», fazendo com que todos os anos aconteça um «crescimento de 10 por cento da área de produção», para os atuais dois mil hectares de cerejais.

«Os 20 milhões de euros em economia da cereja são um motor, do ponto de vista da economia familiar, e do nosso concelho. Produzimos qualquer coisa como sete mil toneladas de cereja, o que é mais de metade da cereja produzida no nosso país», referiu.

Paulo Fernandes lembrou ainda a economia à volta da cereja em fresco e a produção de já mais de 27 produtos diferentes que usam a cereja do Fundão como ingrediente principal, desde licores, a doces e compotas, gin, cervejas artesanais ou produtos de beleza.

O município do Fundão tratou da falta de mão-de-obra na campanha da apanha da cereja ao criar o primeiro centro municipal de acolhimento de trabalho temporário, de forma a criar condições de trabalho aos imigrantes que são os principais responsáveis pela apanha do fruto.

«Precisamos de mão-de-obra imigrante para as colheitas e com as melhores condições de trabalho. Preocupava-nos e por isso celebramos um protocolo com o Alto Comissariado para as Migrações. Não reduzimos todos os riscos, mas reduzimos alguns», frisou.

A campanha deste ano continua a apostar em iniciativas realizadas no Fundão e em Lisboa, com diversos eventos, nomeadamente a Festa da Cereja, entre 08 e 10 de junho, além da VI Rota Gastronómica da Cereja, entre 15 a 30 de junho, com a participação de vários 'chefs' e restaurantes em Lisboa, Alentejo e Algarve.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ