ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Ministro dos Negócios Estrangeiros considera que saldo migratório positivo revela um país melhor
Revista PORT.COM • 18-Jun-2018
Ministro dos Negócios Estrangeiros considera que saldo migratório positivo revela um país melhor



O ministro dos Negócios Estrangeiros considerou que Portugal tem agora melhores condições de vida para oferecer a portugueses e estrangeiros, ao comentar dados do INE que apontam para um saldo migratório positivo pela primeira vez desde 2010.

«Baixou em cerca de 6.500 o número de emigrantes permanentes - os portugueses que saíram de Portugal por mais de um ano - e também se reduziu em cerca de 9.600 o número de emigrantes temporários», disse Augusto Santos Silva à agência Lusa.

Por outro lado, aumentou o número de estrangeiros que entram no país.

Santos Silva frisou que estes números ajudam a atenuar a quebra verificada na população, em termos gerais, e demonstram que a economia portuguesa tem hoje mais condições para criar investimento e postos de trabalho.

«Estes factos são bastante positivos porque há vários anos, desde 2010, que Portugal não registava um saldo migratório positivo», sublinhou, acrescentando que a emigração tem sobretudo uma causalidade económica.

«O facto de menos portugueses emigrarem significa que encontram aqui mais oportunidades de emprego e remuneração, o que aliás bate certo com o facto de estar a reduzir-se muito a taxa de desemprego em Portugal e estar a aumentar a criação de investimento e postos de trabalho e o facto de haver mais imigrantes significa também que o desenvolvimento económico do país está a criar oportunidades para mão-de-obra estrangeira», declarou.

Os dois factos são positivos, defendeu, porque ambos «significam que a economia está a crescer».

«Com mais portugueses que deixam de ter de emigrar e com mais atração de trabalhadores estrangeiros para trabalharem em Portugal, isto significa que as nossas condições para criar riqueza melhoram», sustentou.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou recentemente as estimativas da população 2017, segundo as quais Portugal continuou a perder população no ano passado, embora a um ritmo inferior a anos anteriores, facto atribuído ao saldo migratório positivo.

O número de imigrantes superou em 4.886 o de pessoas que emigraram.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ