ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Super Bock cria cerveja para o mercado chinês
Revista PORT.COM • 20-Jun-2018
Super Bock cria cerveja para o mercado chinês



O Super Bock Group criou uma cerveja específica para o mercado chinês, revelou o presidente executivo (CEO) da empresa, numa aposta inédita, que representa o «compromisso» do grupo com o seu maior mercado de exportação.

Chama-se Super Bock Gold e foi feita e desenhada especificamente para o consumidor chinês.

A cerveja, que só está à venda no mercado chinês, é produzida na fábrica do grupo, em Leça do Balio, Matosinhos, mas tem uma fórmula «ligeiramente diferente» da Super Bock tradicional, explicou o presidente executivo, Rui Lopes Ferreira, à agência Lusa.

«Apela mais aos paladares e aromas típicos da China e é uma cerveja talvez mais suave, mais redonda», descreveu.

A criação de um produto especificamente para um país é algo ‘inédito’ para o grupo, ilustrando a «aposta e compromisso» com a China, o seu segundo maior mercado, a seguir a Portugal, e maior destino internacional.

Em 2016, a China representou 40% das exportações do grupo, ou mais de 10% da sua receita global, fixada em 451 milhões de euros.

«Nós fizemos as primeiras vendas no mercado chinês em 2007, mas os primeiros anos foram de aprendizagem», lembrou Lopes Ferreira. «A partir de 2014 as coisas começaram a carburar», disse.

Além da Super Bock Gold, o grupo vende na China as cervejas Super Bock original, Super Bock Stout e Seleção 1927.

O líder da empresa cervejeira lembrou, no entanto, que «não é credível pensar que uma empresa vem à China e é chegar, ver e vencer».

«Trata-se de um mercado muito competitivo e muito exigente, em qualquer setor. Temos de encontrar a nossa proposta de valor e os nossos nichos», descreveu.

Rui Lopes Ferreira revelou que a empresa conta atualmente no país asiático com 5.000 pontos de venda, abrangendo 50 cidades, onde vivem, no total, 200 milhões de pessoas, sobretudo nas províncias de Zhejiang e Fujian.

Também em Zhejiang, a Super Bock inaugurou no início deste ano um bar exclusivo da marca na cidade de Wenzhou.

O mercado chinês para o setor cervejeiro deverá alcançar os 683 mil milhões de yuan (91 mil milhões de euros), em 2019, segundo a consultora Research and Markets, depois de se ter tornado no maior do mundo, no ano passado.

A China é a segunda maior economia mundial, a seguir aos Estados Unidos.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ