ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Embaixador da China em Portugal visita o Super Bock Group
Renato Lu, Diário do Povo online • 25-Ago-2018
Embaixador da China em Portugal visita o Super Bock Group



O Embaixador da China em Portugal visitou a fábrica do Super Bock Group e ficou a conhecer o processo de produção da cerveja portuguesa «mais vendida» no mercado chinês.

O Super Bock Group, em parceria com a Embaixada de Portugal na China, realizou uma “Prova de Cerveja” para grupos hoteleiros, importadores, distribuidores e jornalistas.

A iniciativa, que visa não só promover a cerveja e os produtos do grupo, procura também demonstrar a determinação da marca em explorar o cada vez maior mercado cervejeiro da China.

No discurso de abertura do evento, o embaixador português, José Augusto Duarte, referiu-se aos produtos apresentados como «uma das melhores cervejas do mundo», acrescentando estar «muito satisfeito por saber que o grupo considera a China como o mercado de exportação mais importante na sua estratégia de expansão internacional».

O presidente e diretor executivo do grupo, Rui Lopes Ferreira, informou que, na China, a empresa conta agora com 5.000 pontos de venda, abrangendo 50 cidades em três províncias, e um alcance de 200 milhões de pessoas, principalmente nas províncias de Zhejiang e Fujian

Para a empresa sediada no Porto, com mais de 125 anos de história, «os mercados internacionais são parte integrante do negócio. Em 2017, aproximadamente um terço dos 306 milhões de litros produzidos tiveram como destino mercados exteriores, com a China a marcar a sua posição como nosso maior destino», revelou Lopes Ferreira.

À conquista do mercado chinês desde 2009, o presidente do grupo explicou que os primeiros cinco anos se destinaram a aprender sobre o mercado e os consumidores chineses. Desde então, «não há um único ano sem que o nosso negócio não tenha crescido na China. A Super Bock foi a cerveja mais importada em 2017, mesmo não estando a operar em toda a Chin»”, afirmou.

Tiago Brandão, mestre cervejeiro, presidente da European Brewery Convention e membro do conselho de administração da Brewers of Europe, demonstrou ainda como a cerveja portuguesa pode ser associada a vários pratos.

As cervejas Super Bock original, Super Bock Stout, Seleção 1927 e Super Bock Gold — a mais recente cerveja no portfólio e especialmente destinada ao mercado chinês — foram degustadas, com iguarias selecionadas, durante o evento.

«Curiosamente não foi difícil agradar ao paladar dos chineses. Eles ficam surpreendidos pelo balanço e leveza da nossa cerveja», afirmou Tiago, acrescentando que «os consumidores chineses estão agora habituados a produtos de qualidade. É por isso que achamos que foi um sucesso virmos para a China, porque os nossos padrões de qualidade são muito elevados».

A Super Bock Gold, explica Nuno Bernardo, administrador de marketing do grupo, foi criada para preencher a falta de uma cerveja mais leve na oferta da empresa, especialmente direcionada para a China.

Lançada há cerca de um mês, esta cerveja está por agora «posicionada a um nível mais premium e está a ser muito bem-recebida».

A Super Bock inaugurou, no início do ano, um bar exclusivo da marca em Wenzhou. Luís Moreira, administrador comercial, explicou que é um conceito experimental, com música ao vivo, e um menu de fusão exclusivo desenvolvido pelo chef Chakall, que poderá ser a rampa de lançamento para outros estabelecimentos do género na China.

Para além deste evento, e também como parte integrante das celebrações do Dia de Portugal na China, o Super Bock Group convidou a Orquestra de Música Barroca da Casa da Música para a realização de dois espetáculos no Conservatório de Música de Beijing.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ