ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugal poderá ter papel de destaque na Rota Marítima Atlântica
Revista PORT.COM • 02-Set-2018
Portugal poderá ter papel de destaque na Rota Marítima Atlântica



Segundo a Associação Amigos da Nova Rota da Seda, o Fórum de Cooperação China-África (FOCAC), que decorre a 3 e4 de setembro, em Pequim, vai contribuir para o desenvolvimento da Rota Marítima Atlântica, «em que Portugal poderá ter um papel importante».

A presidente da Associação Amigos da Nova Rota da Seda, Fernanda Ilhéu, sublinha as «muitas afinidades com a visão e os objetivos da cimeira entre China e nações africanas, entre os quais países de língua portuguesa», sustentando que «será previsível que sejam assinados projetos de cooperação no âmbito dessa iniciativa».

A Nova Rota da Seda foi criada em 2013 pelo Presidente chinês, Xi Jinping, e contempla uma malha ferroviária intercontinental, novos portos, aeroportos, centrais elétricas e zonas de comércio livre, visando ressuscitar vias comercias que remontam ao Império romano.

Os projetos são sobretudo construídos por empresas chinesas e financiados pelos bancos estatais da China, estendendo-se à Europa, Ásia Central, África e Sudeste Asiático.

«Temos a expetativa de que os países de língua portuguesa, que irão estar quase todos presentes, fazendo-se representar pelos seus Presidentes, adiram a essa iniciativa, contribuindo para o desenvolvimento da Rota Marítima Atlântica em que Portugal poderá ter um papel importante, perspetivando parcerias estratégicas enquadradas na iniciativa da China, 'Uma Faixa, Uma Rota', que consiste em promover a cooperação em projetos da China com a Europa em terceiros países, neste caso da China com Portugal, em projetos em países de língua portuguesa», afirmou.

Em 2015, Pequim assinou dez acordos de cooperação com o continente africano, nas áreas económica e comercial, durante o Fórum de Cooperação China-África, que se realizou em Joanesburgo.

A cimeira China-África irá contar com a participação de vários líderes africanos, incluindo os presidentes de Angola e Moçambique, João Lourenço e Filipe Nyusi, respetivamente.

António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, também irá participar.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Defender a União Europeia e os direitos de cidadania
Paulo Pisco
Deputado do PS
Saibamos aumentar a participação cívica das nossas comunidades
José Cesário
Deputado do PSD
O retrato dos votos da emigração
José Caria
Diretor-adjunto da PORT.COM
DISCURSO DIRETO
Dia de Portugal e 5.º aniversário da Revista PORT.COM
Marcelo Rebelo de Sousa
PORTUGAL
Língua portuguesa, um passaporte para o presente e para o futuro
Luís Faro Ramos, pres. do Camões I.P.
PORTUGAL
Função de grande responsabilidade e relevância social
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ