ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Ingleses escolheram a Critical Software para um dos maiores projetos de infraestruturas desde a II Guerra Mundial
Revista PORT.COM • 02-Out-2018
Ingleses escolheram a Critical Software para um dos maiores projetos de infraestruturas desde a II Guerra Mundial



O projeto SMIP vai permitir instalar mais de 50 milhões de contadores inteligentes de eletricidade e gás na Grã-Bretanha, até ao ano 2020. E um dos parceiros decisivos para o sucesso é uma já reputada empresa portuguesa.

O Governo Britânico está a levar acabo um dos maiores projetos de implantação de uma nova infraestrutura, projeto que já é considerado um dos maiores realizados no país desde a II Guerra Mundial.

Trata-se do projeto SMIP, destinado à instalação de mais de 50 milhões de contadores inteligentes de eletricidade e gás para propriedades domésticas e locais não-domésticos, na Grã-Bretanha, até ao ano 2020.

O SMIP - Smart Metering Implementation Program traduz-se, na prática, na implementação de uma rede nacional de telecomunicações para apoiar a instalação e operação de contadores inteligentes. Esta rede altamente avançada entrou em operação, após rigorosos testes, no final de 2017, e os contadores (equipamentos Smart Metering Technical Specification - SMETS2) têm vindo a ser instalados dentro da infraestrutura por fornecedores de energia e fabricantes de contadores, com o protocolo GBCS (Great Britain Companion Specification) usado como o método de comunicação através da rede.

No entanto, desde logo do início do projeto, a Data Communications Company (DCC) - a empresa licenciada pelo Departamento de Estratégia de Negócios, Energia e Indústria Britânico (BEIS) para construir e integrar esta rede nacional de telecomunicações para apoiar a instalação de contadores inteligentes - deparou-se com um enorme desafio resultante do facto de existir uma enorme variedade de contadores inteligentes projetados e fabricados para a nova infraestrutura e como assegurar que um contador específico funcionaria com sucesso, de ponta a ponta, em toda a nova rede, usando o Protocolo GBCS.

Neste contexto e como parte da implementação da nova rede, foi criado o Smart Meter Device Assurance (SMDA), um programa com o objetivo de ajudar a garantir que os contadores cooperassem com a rede. Na prática, tratava-se de implementar um sistema independente para abranger testes de interoperabilidade e permutabilidade para equipamentos de medição inteligente, de forma a garantir a todos os envolvidos, consumidores, fornecedores, operadores e financiadores, que os equipamentos de medição inteligente funcionariam efetivamente dentro da infraestrutura a ser implementada pela DCC.

 

Leia o artigo na íntegra na edição de outubro da Revista PORT.COM.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O Festival das Migrações, Culturas e Cidadania
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ