ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Madeira: Empresário russo vai vender copos para turistas beberem águas das Furnas
Revista PORT.COM • 22-Nov-2016
Madeira: Empresário russo vai vender copos para turistas beberem águas das Furnas



Copos de cerâmica produzidos na Rússia vão ser vendidos no próximo ano aos turistas que quiserem beber as diferentes águas das Furnas, nos Açores, considerada uma das maiores hidrópoles da Europa.

Os copos “têm a forma de bule de chá e permitem duas coisas, a água passa muito menos pelos dentes, não retirando o esmalte, e o vapor da água vai diretamente para as vias respiratórias”, afirmou Alexander Plesov, da Lazorica Travel & Services, primeira agência de viagens russa nos Açores, aberta em 2013.

De acordo com o portal do Governo Regional dos Açores, a diversidade e quantidade de águas minerais e termais fazem das Furnas, no concelho da Povoação, uma das maiores hidrópoles da Europa, o que justificou a construção de vários balneários e piscinas públicas e privadas.

Alexander Plesov adiantou que a “produção teste”, encomendada a uma fábrica na Rússia, varia entre 1.000 e 1.500 copos, que serão pintados à mão com imagens das Furnas, mas não revelou, para já, o valor dos copos.

Juntamente com o copo, aos turistas será entregue um folheto informativo, no qual consta um mapa das várias fontes de águas minerais que existem nas Furnas e uma descrição, em três idiomas, sobre a composição e os fins a que se destina cada tipo de água.

A título de exemplo, na Chã das Caldeiras encontra-se a Água Azeda do Rebentão, uma nascente fria que, de acordo com a tradição popular, faz desaparecer a caspa e facilita a digestão.

Nas imediações está a Água de Prata, com uma temperatura de 34,4 graus, indicada para tratamento de alergias na vista, adianta o portal do executivo açoriano.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ