ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Primeiro aparelho auditivo com recurso a fonte de energia renovável chega a Portugal este ano
Revista PORT.COM • 07-Fev-2019
Primeiro aparelho auditivo com recurso a fonte de energia renovável chega a Portugal este ano



O Widex Evoke já arrecadou dois importantes prémios mundiais na área da inovação tecnológica: Best of Innovation Awards 2019 da CES (Consumer Technology Association); e 'Best of the Best' da prestigiada Red Dot, em 2018, tendo sido exibido no Museu Red Dot em Singapura.

A Widex, empresa de reabilitação auditiva, vai lançamento o primeiro aparelho auditivo do mundo que não recorre a pilhas ou a baterias tradicionais. O Widex Evoke possui uma tecnologia inovadora que permite renovar a energia do equipamento em apenas 20 segundos, para uma utilização de 24 horas. Este novo aparelho auditivo chegará a Portugal no verão deste ano.

«Com a tecnologia Energy Cell elimina-se a necessidade de trocar de pilhas ou de ter que esperar várias horas de carregamento até poder voltar a utilizar os aparelhos auditivos. E isto sem comprometer a performance do equipamento, mantendo o som de qualidade superior, e com a grande vantagem de ser uma solução mais ecológica», explicou Rui Nunes, diretor geral da Widex Portugal.

E acrescenta: «Este é um passo muito importante para a Widex no que diz respeito à política ambiental da empresa. Atualmente, a Widex já utiliza 95 por cento de energia eólica na produção dos seus aparelhos auditivos. Este facto fez com que a Widex tenha sido a primeira empresa do mundo a obter a certificação WindMade (rótulo global de consumo que identifica empresas que utilizam energia eólica)».

A Widex chegou a Portugal há 31 anos e tem sido pioneira no setor através da tecnologia avançada das suas soluções auditivas, dos serviços de reabilitação auditiva, e do elevado nível de competência profissional dos seus audiologistas.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ