ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Chineses querem câmara de comércio para atrair investimento
Revista PORT.COM • 08-Fev-2019
Chineses querem câmara de comércio para atrair investimento



O presidente da Liga dos Chineses em Portugal, Y Ping Chow, aposta na criação de uma Câmara de Comércio China-Portugal para atrair mais investimento chinês, sobretudo porque Portugal é uma boa porta para investimento em África.

Para Y Ping, há ainda muito caminho para percorrer, no que diz respeito à atração de investimento chinês em Portugal, apesar das apostas que grandes empresas chinesas têm feito em setores como a banca ou a energia.

Em entrevista à agência Lusa, o líder da comunidade chinesa em Portugal falou da criação de uma câmara de comércio como uma alavanca importante, sobretudo para atrair o investimento de pequenas e médias empresas chinesas (que serão sempre grandes empresas à dimensão europeia) que olham não apenas para o território português, mas também para a capacidade de influência que Portugal tem nos países africanos de língua portuguesa.

Y Ping Chow explica que é fácil estabelecer essa câmara de comércio em Portugal e que até já falou com o embaixador chinês em Lisboa, que se mostrou muito recetivo à ideia.

A maior dificuldade poderá estar em encontrar interlocutores na China, para essa organização, já que implica a sensibilização de um conjunto de empresas que pode ter menos sensibilidade para a relevância desse investimento.

«Mas já falei também com o embaixador português em Pequim e fiquei com a ideia de que este projeto é viável e útil», afirmou Y Ping.

«Há o interesse de muitas empresas estatais chinesas para esta câmara de comércio, principalmente as de infraestruturas e de construção», disse o líder da comunidade chinesa.

«Este interesse é um sinal da amizade entre Portugal e a China», considera, dizendo que «os portugueses aceitam bem o investimento chinês e os chineses sentem-se bem em Portugal».

Mas Y Ping Chow realça sobretudo o interesse na capacidade de influência das empresas portuguesas na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

«Portugal é uma porta da entrada para África. Portugal é importante, mas a CPLP é ainda mais importante», confessa.

Y Ping refere a recente visita do Presidente da China, Xi Jinping, a Lisboa, como um momento importante que ajudou a criar condições para esta nova etapa de relações.

«Com os muitos protocolos que foram assinados nessa visita, acredito que não faltarão empresas chinesas interessadas em apostar em Portugal e nos países de língua portuguesa», disse o empresário chinês.

Esta câmara de comércio pode ainda também levar as empresas portuguesas a procura a China como mercado de investimento, embora reconheça que esse cenário é sempre mais difícil.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ