ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Promoção de azeite do Alentejo em seis países acelerou exportações
Revista PORT.COM • 30-Ago-2019
Promoção de azeite do Alentejo em seis países acelerou exportações



O Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (CEPAAL) investiu nos últimos três anos 265 mil euros na promoção do produto em seis países, o que permitiu «acelerar» as exportações dos produtores associados.

Num comunicado enviado à agência Lusa, o CEPAAL refere que, no âmbito do projeto de internacionalização "Promoção do Azeite do Alentejo nos Mercados Externos", que decorreu entre setembro de 2016 e este mês, investiu 265 mil euros em iniciativas de promoção nos mercados de exportações estratégicos do produto, ou seja, Alemanha, Brasil, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos da América e Suécia.

O CEPAAL indica que terminou o projeto, que foi cofinanciado pelo Programa Operacional Regional "Alentejo 2020" e teve uma dotação total de 320.682 euros, com uma taxa de execução financeira de 83% e com 100% das ações previstas realizadas.

De acordo com o presidente do CEPAAL, Gonçalo Morais Tristão, citado no comunicado, através do projeto, o centro conseguiu «com sucesso promover o Azeite do Alentejo nos mercados estratégicos e de forma muito eficiente», já que executou «todas as ações previstas num montante de investimento global abaixo das previsões iniciais».

«Não podemos, por isso, estar mais orgulhosos destes resultados. Demos o Azeite do Alentejo a conhecer, enquanto marca coletiva, em mercados que consideramos que estão a ganhar grande apetência por este produto mediterrânico», frisa Gonçalo Morais Tristão.

O responsável reforça o facto de «o universo de associados do CEPAAL ter acelerado as suas exportações» durante o período em que o projeto decorreu.

Sinal do êxito desta estratégia" foi também "a entrada de novos associados" no CEPAAL, que, atualmente, tem "mais 11 produtores" de azeite do Alentejo associados, num total de 30, "ultrapassando claramente o objetivo inicial nos indicadores do projeto", refere a instituição.

Segundo o CEPAAL, o projeto visou "dar a conhecer" a novos mercados os azeites do Alentejo e as respetivas empresas produtoras com o objetivo de "dar visibilidade coletiva" aos produtos, contribuir para aumentar as exportações, dinamizar a economia e "conferir maior competitividade" ao setor na região.

O projeto incluiu várias ações do Azeite do Alentejo junto de consumidores e distribuidores, como a presença do CEPAAL e do azeite dos seus produtores em "grandes feiras internacionais", como a "Green Week", em Berlim, na Alemanha, e o "Summer Fancy Food Show", em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

No âmbito do projeto, o Azeite do Alentejo "viajou a bordo de centenas de voos da TAP" e o CEPAALtambém realizou ações de degustação do produto em lojas gourmet e eventos e provas técnicas para profissionais do setor e 'sommeliers' nos mercados estratégicos.

Através de três 'tournées', o CEPAAL recebeu cerca de 30 'opinion makers' internacionais, entre "chefs" de cozinha de restaurantes, alguns com estrelas Michelin, "sommeliers", degustadores de azeite, críticos gastronómicos, jornalistas e distribuidores, que visitaram o Alentejo para conhecerem as especificidades do azeite, os produtores e a gastronomia da região, que produz 76% do azeite português.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
A emigração portuguesa para a Holanda
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ