ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Fogo-de-artifício no réveillon madeirense passa a ser maioritariamente português
Revista PORT.COM • 26-Dez-2016
Fogo-de-artifício no réveillon madeirense passa a ser maioritariamente português



A passagem de ano no Funchal vai contar com mais de 70% de fogo-de-artifício fabricado na Lixa, abandonando o predomínio do fabrico chinês.

A Macedos Pirotecnia, empresa responsável pelo fogo-de-artifício de passagem de ano da Madeira promete, para esta edição, “o maior espetáculo de sempre” na região, usando 132 mil peças. Destas, 70% são produzidas em Portugal, na cidade nortenha da Lixa, abandonando o fabrico chinês.

“Regularmente, em todo o mundo, a maior parte do fogo-de-artifício costuma ser chinês. No espetáculo da Madeira, este ano, vamos ter mais de 70% de fogo-de-artifício fabricado em Portugal, na Lixa”, disse recentemente à agência Lusa Carlos Macedo, responsável pela Macedos Pirotecnia.

A entrada em 2017 vai ser saudada com a queima de 132 mil peças pirotécnicas, com a duração de oito minutos, a partir de 38 postos, sendo 33 no anfiteatro da cidade, quatro na baía do Funchal e um na ilha do Porto Santo.

A montagem dos postos de fogo começou a ser feita a 14 de dezembro, por cerca de 380 pessoas, sendo 48 os técnicos pirotécnicos que vão disparar as 132 mil peças.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ