ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cientistas e investigadores portugueses no estrangeiro são embaixadores de Portugal no mundo
Revista PORT.COM • 29-Dez-2016
Cientistas e investigadores portugueses no estrangeiro são embaixadores de Portugal no mundo



Coimbra recebeu um evento que reuniu portugueses graduados espalhados pelo mundo.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva foram os convidados principais do 5.º Fórum Anual de Graduados Portugueses no Estrangeiro (GraPE), que se realizou ontem em Coimbra.

Sob o tema “GraPE2016 - Pensar Portugal em Territórios de Futuro”, o evento promoveu a reflexão e discussão sobre as perspetivas nacionais e internacionais disponíveis aos portugueses graduados, no panorama atual, antecipando o futuro do mercado de trabalho.

Durante a iniciativa, que reúne portugueses graduados distribuídos pelo mundo, o ministro dos Negócios Estrangeiros disse que a integração dos portugueses em países estrangeiros, nomeadamente na Europa, é um “bom caso de estudo”.

"A integração das comunidades portuguesas nas respetivas sociedades de acolhimento, quer na Europa, quer nas Américas e em África, mas sobretudo na Europa, é um caso exemplar que deveria ser estudado, num momento em que nós nos confrontamos tanto com problemas de integração e de relacionamento entre nacionais e estrangeiros por essa Europa fora", afirmou Augusto Santos Silva.

Santos Silva frisou que os portugueses mostram, em países como França, Luxemburgo, Suíça, Reino Unido ou Alemanha, "que se integram bem nas sociedades que os acolhem".

"Como não colocam nenhum problema à ordem constituída dessas sociedades, como contribuem para a economia dessas sociedades, sem ao mesmo tempo perderem nenhuma das ligações profundas que têm com Portugal. E, portanto, é um bom caso de estudo", afirmou o governante.

Por sua vez, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, na mesma reunião, que os cientistas e investigadores portugueses no estrangeiro são embaixadores "particularmente qualificados" de Portugal no mundo. E Augusto Santos Silva estendeu essa 'função' de embaixador aos emigrantes portugueses e lusodescendentes.

"Os 2,3 milhões de portugueses nascidos em Portugal que vivem hoje no estrangeiro são também todos eles embaixadores e bons embaixadores de Portugal, no sentido em que mostram com todo o seu trabalho, o seu esforço, o seu empenhamento, as melhores qualidades que os portugueses têm e os cinco milhões portugueses e lusodescendentes que vivem no estrangeiro também o fazem", sustentou.

"Nós temos muita gente lá fora que engrandece o nome de Portugal pela maneira empenhada como trabalha e como se integra nas sociedades de acolhimento", concluiu Santos Silva.

O Fórum GraPE resulta da parceria entre a AGRAFr (Association des Diplômés Portugais en France), a ASPPA (Associação de Pós-Graduados Portugueses na Alemanha), a PAPS (Portuguese American Post-graduate Society) e a PARSUK (Portuguese Association of Researchers and Students in the UK).

Este evento, de dinâmica internacional, reúne portugueses graduados distribuídos pelo mundo convidando-os a partilhar experiências profissionais e a trocar ideias que contribuam para que Portugal cresça em novas oportunidades, assim como novas redes de contactos sejam criadas ou mantidas entre esta diáspora.  


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ