ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Macau empenhado em promover cooperação entre a China e os países de língua portuguesa
Revista PORT.COM • 15-Out-2019
Macau empenhado em promover cooperação entre a China e os países de língua portuguesa



Macau está empenhado na construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, uma tarefa conferida pelo Governo central ao território, disse recentemente em Lisboa, o secretário para a Economia e Finanças macaense, Leong Vai Tac.

Leong Vai Tac disse ainda que este empenho  se traduz no apoio concedido às empresas para que “invistam no exterior”, para que ganhem raízes em Portugal e para que entrem no mercado dos outros países de língua portuguesa.

As declarações foram proferidas no decurso de um encontro com mais de uma dezena de representantes das empresas da China continental e de Macau com investimentos em Portugal, bem como das empresas portuguesas que investem em Macau.

O secretário para a Economia e Finanças adiantou que Hong Kong e Macau possuem vantagens únicas na construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, e que a plataforma sino-lusófona de Macau desempenha um papel importante no desenvolvimento da Grande Baía.

Esse desenvolvimento, destacou Leong Vai Tac, segue três trajectórias – as empresas chinesas a irem para Portugal através da plataforma de Macau, seguindo a partir daí para a União Europeia, a irem para o Brasil através da mesma plataforma, seguindo depois para a América Latina e, ainda através de Macau, a entrarem em África.

O secretário manteve também encontros com o governador do Banco de Portugal, Carlos da Silva Costa, e a administradora da Euronext Lisbon, Isabel Ucha, bem como com outras personalidades, para troca de opiniões sobre diversos temas.

Entre os assuntos debatidos estão o reforço das trocas económicas e comerciais entre Portugal e Macau, a cooperação na construção da plataforma de prestação de serviços financeiros e o aproveitamento das vantagens da plataforma de Macau para ajudar as empresas chinesas a entrarem nos países da União Europeia através de Portugal, a promoção da construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa e da Plataforma de Prestação de Serviços Financeiros entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

 


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A relação entre Portugal e a sua Diáspora...
José Luís Carneiro
Implicações políticas da participação eleitoral nas comunidades
Paulo Pisco
Deputado do PS
Porque não te calas?
José Caria
Diretor-Adjunto PORT.com
DISCURSO DIRETO
Mar de Sonhos – a emigração nos vapores transatlânticos
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
ENTREVISTA
Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades
PORTUGAL
ENTREVISTA
António Saraiva, Presidente da CIP
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ