ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

InPortugal 2020: Maior evento de promoção de Portugal na Europa está de volta com «muitas novidades»
Revista PORT.COM • 09-Dez-2019
InPortugal 2020: Maior evento de promoção de Portugal na Europa está de volta com «muitas novidades»



O InPortugal é o maior evento de promoção de Portugal na Europa. «É a evolução natural do Salão do Imobiliário e do Turismo Português em Paris» e apresenta-se com uma ambição e dinamismo renovados, informa a organização. Apresentação oficial da nona edição acontece hoje, 9 de dezembro, na FIL, em Lisboa.

InPortugal é o novo nome do Salão do Imobiliário e do Turismo Português em Paris, que terá a sua nona edição, de 14 a 17 de maio 2020, no Parque de Exposições da Porte de Versailles, em Paris.

O InPortugal apresenta-se como uma evolução natural do anterior certame, agora «com mais ambição e dinamismo, acompanhando as tendências do mercado e consolidando a aposta no mercado francófono».

A edição 2020 terá apresentação oficial a 9 de dezembro, na FIL, em Lisboa e contará com a presença de Ricardo Simões, diretor do Salão, Marc Laufer, presidente do InPortugal e investidor francês na área do turismo e restauração que vive em Portugal, Sandra Fragoso, gestora do Salão Imobiliário de Portugal (SIL) e vários expositores, parceiros e associações.

O InPortugal é um salão internacional exclusivamente português, criado em 2012, direcionado para o público francófono que quer residir, investir, empreender, estudar ou visitar Portugal. Na bagagem tem já um portfólio extenso de sucessos, tendo contribuído fortemente, desde a sua formação, para o ‘boom’ da procura francófona de bens imobiliários e de investimento em Portugal.

Os franceses estão no topo da lista de compradores de bens imobiliários, com um valor estimado das aquisições superior a 671 milhões de euros em 2018. Também o fluxo de cidadãos franceses a entrar em Portugal registou, em 2018, um aumento de mais de 25%, a segunda maior progressão constatada, sendo a comunidade francesa a sétima comunidade estrangeira do país (dados INE, setembro 2019).

Na área do investimento, há cerca de 750 empresas com capitais franceses em Portugal, que empregam cerca de 60 mil pessoas (dados da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa, 2018). Números que têm tendência a aumentar, também devido às facilidades oferecidas para a fixação de empresas estrangeiras em território nacional, especialmente na área das novas tecnologias e serviços.

Quanto ao turismo, cerca de três milhões de franceses visitaram Portugal em 2018 (foram 600 mil em 2010), representando 13% dos visitantes estrangeiros. É a terceira nacionalidade de visitantes, atrás dos espanhóis e dos ingleses (dados da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa, 2018).

InPortugal, uma evolução com mais ambição

A evolução não se reflete apenas no nome. InPortugal pretende atrair novos expositores, que vão além da área imobiliária, captando assim novos investimentos e promovendo diferentes ecossistemas do tecido empresarial português. A ambição passa por chegar aos setores da saúde e do ensino, mas também às startups ligadas aos serviços, na área do imobiliário e turismo.

A nível geográfico, a estratégia passa por mostrar Portugal no seu todo, sublinhando as suas particularidades e alargando o lote de expositores a mais regiões do país. Há mais Portugal além de Lisboa, Porto e Algarve e o InPortugal aposta forte nessa descentralização, mostrando aos visitantes que há muito por descobrir no Continente e Ilhas.

O foco está também nas novas soluções de mobilidade, eficiência e sustentabilidade que têm sido uma aposta dos vários municípios. Neste quadro, o tema das smart cities ganha especial interesse com inúmeras iniciativas já postas em prática com sucesso em todo o território.

“A descentralização do investimento é há muito um dos nossos grandes objetivos. Queremos dar às regiões condições para que possam mostrar o seu enorme potencial e desenvolver a sua marca num contexto europeu. A visibilidade no mercado francês é um grande atrativo e para 2020 o InPortugal quer quadriplicar o número de câmaras municipais, organismos regionais e comunidades intermunicipais presentes no Salão”, adianta Ricardo Simões, diretor do InPortugal.

Novidades InPortugal 2020

A nona edição do InPortugal vai contar com três dias e meio de exposição, para um público B2C e B2B. O Salão já reuniu 75 mil pessoas desde 2012, e pretende receber nesta nona edição cerca de 12 mil visitantes.

O Salão terá uma área de 5.000 metros quadrados e contará com a presença de cerca de 200 expositores.

Além dos expositores, o InPortugal terá ainda um programa composto por 40 conferências e apresentações, com temas que vão do investimento às novas tendências do imobiliário, passando pela saúde, empreendedorismo, fiscalidade, sustentabilidade e turismo.

Outra das novidades é a atribuição de prémios a programas, empresas e instituições de excelência, entre os quais o prémio para a região de honra da edição de 2020.

O InPortugal tem como parceiros estratégicos a Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa e a Fundação AIP. 


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ