ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Fábrica que exportava máscaras para fora do país já produz durante 24h para o SNS
Revista PORT.COM • 19-Mar-2020
Fábrica que exportava máscaras para fora do país já produz durante 24h para o SNS



A fábrica Bastos Viegas, em Penafiel, vai laborar cerca de 24 horas por dia e vender, nos próximos meses, toda a produção de máscaras ao Ministério da Saúde.

Os responsáveis foram contactados na passada terça-feira (dia 17) na sequência de uma notícia do CM, que dava conta de que a empresa estava a exportar grande parte do material, por ainda não ter sido abordada pelos organismos nacionais.

A aquisição destes bens materiais surge numa altura em que Portugal sofre "uma carência grave" de equipamento de proteção individual para os profissionais de saúde.

Questionado pelo Correio da Manhã, o secretário de Estado da Saúde, António Sales, confirmou o reforço de stock de máscaras por esta via, mas sublinhou que a produção desta empresa cobre "apenas uma pequena parte das necessidades do Serviço Nacional de Saúde".

Um responsável da fábrica confirmou a este jornal o esforço dos trabalhadores para atingir a capacidade máxima de produção deste produto.

"Passámos de um para três turnos. Apenas posso dizer que 100% da produção será vendida a Portugal", explicou Luís Guimarães, administrador da fábrica Bastos Viegas, que recusou, no entanto, declarar o volume de máscaras que a empresa consegue produzir.

 "Essa informação é apenas prestada ao Ministério da Saúde", frisou. Também a tutela não quis esclarecer esta informação: "É um processo dinâmico, naturalmente concordante com a própria capacidade de resposta de produção da fábrica", respondeu o gabinete da ministra, Marta Temido.

Médicos e enfermeiros denunciam a falta de máscaras e de outros equipamentos de proteção individual nos hospitais que tratam doentes com Covid-19. Perante isto, o Governo já fez saber que o SNS tem dois milhões de máscaras de reserva estratégica para responder às necessidades.

Nos últimos dias, várias entidades intensificaram os procedimentos para aquisições no território nacional e fora do País. O Estado está a tentar comprar máscaras, material de desinfeção e ventiladores, e a fazer a gestão destes recursos.

Pormenores 
360 trabalhadores
A unidade de produção "emprega cerca de 360 pessoas em instalações com uma área coberta de aproximadamente
50 000 m2, implantados num terreno de 160 000 m2 de área total", lê-se no site da fábrica.

Vários produtos
Da lista de produtos que constam do portefólio da empresa fazem parte vários tipos de luvas, máscaras, aventais plásticos e batas - de laboratório, de paciente e entre outras.

30 profissionais de saúde infetados com novo coronavírus
Cerca de 30 profissionais de saúde estão infetados com Covid-19, dos quais 18 são médicos, avançou o secretário de Estado da Saúde, António Sales. As declarações do governante acontecem no dia em que a Ordem dos Médicos denunciou que 20% do total de casos de infeção pelo novo coronavírus são médicos.

 


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ