ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Guterres diz que ‘emigração segura não pode estar limitada a uma elite’
Revista PORT.COM • 22-Set-2017
Guterres diz que ‘emigração segura não pode estar limitada a uma elite’



O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse esta semana na Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, que ‘a emigração segura não pode estar limitada a uma elite’.

"Em vez de negação e estigmatização, precisamos de uma abordagem realística que aumente as oportunidades e caminhos legais, o que traria grandes benefícios aos emigrantes e às sociedades a que se juntam", disse António Guterres.

O secretário-geral falava num evento à margem da Assembleia-Geral dedicado aos refugiados e emigrantes, que pretendia celebrar um ano desde a assinatura da Declaração de Nova Iorque, dedicada a estas populações.

Segundo Guterres, esta declaração coloca a comunidade internacional no caminho de adotar dois documentos fundamentais: o compacto global sobre refugiados, e o compacto global para emigração segura, legal e ordeira.

"Estamos agora a meio caminho para chegar a um acordo sobre estes compactos. Apesar de tudo o que foi conseguido, ainda existe muito trabalho por fazer", disse.

O secretário-geral enumerou depois cinco prioridades de trabalho: restabelecer a integridade do regime de proteção dos refugiados; desenvolver mecanismos nacionais e internacionais de cooperação; criar maior responsabilização para os traficantes e contrabandistas de seres humanos, e, finalmente, criar respostas para um mundo de trabalho em mudança.

"Dos muitos desafios globais que enfrentamos, a mobilidade humana é uma das mais paradoxais e mal representadas", disse Guterres, citando um exemplo: o número de refugiados do Sudão do Sul que entrou no Uganda no ano passado foi três vezes maior do que o número dos que atravessaram o Mediterrâneo.

"Mas todos sabemos que o movimento de travessia do Mediterrâneo criou uma crise de confiança pública e debate político em muitos países, enquanto no Uganda - um país relativamente pequeno e com um povo enormemente generoso - passou largamente sem ser noticiado pelos média", referiu Guterres.

O secretário-geral disse ainda que "a vasta maioria dos refugiados é acolhida por países em vias de desenvolvimento" e que "a emigração do sul para o sul ultrapassa agora a do sul para o norte".

"Muitas das perceções negativas sobre os chamados emigrantes económicos alimentam xenofobia e intolerância, mas têm como base noções falsas e análises pobres. Os média têm um papel crucial a desempenhar, distinguindo factos de ficção e desconstruindo os estereótipos que cresceram sem qualquer base na realidade", concluiu o português.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A relação entre Portugal e a sua Diáspora...
José Luís Carneiro
Implicações políticas da participação eleitoral nas comunidades
Paulo Pisco
Deputado do PS
Porque não te calas?
José Caria
Diretor-Adjunto PORT.com
DISCURSO DIRETO
ENTREVISTA
Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades
PORTUGAL
ENTREVISTA
António Saraiva, Presidente da CIP
PORTUGAL
ENTREVISTA
Luís Faro Ramos, Presidente do Camões I.P.
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ