ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Catalunha: Portugal acompanha processo com atenção, portugueses 'sem problemas'
Revista PORT.COM • 13-Out-2017
Catalunha: Portugal acompanha processo com atenção, portugueses 'sem problemas'



O Governo português está a acompanhar 'com muita atenção' o processo independentista em curso na Catalunha, Espanha, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros, que garantiu que 'nenhum problema está identificado' entre a comunidade portuguesa naquela região.

"Estamos a acompanhar com muita atenção, seja do ponto de vista da política externa e da relação bilateral com o Estado espanhol, seja do ponto de vista das questões consulares", disse aos jornalistas Augusto Santos Silva, falando à margem do encontro dos reis holandeses com estudantes da Universidade de Lisboa, no âmbito da visita oficial de três dias a Portugal.

"Do ponto de vista consular, não há nenhuma dificuldade, nenhum problema que esteja identificado. As coisas no consulado geral de Portugal em Barcelona decorrem com toda a normalidade", garantiu.

Questionado sobre empresários portugueses que pretendem retirar a sede social das suas empresas da Catalunha, Santos Silva disse que "a prudência e a calma são as melhores conselheiras".

"Não há nenhum motivo para alarme. Devemos estar muito atentos e confiamos em Espanha, na Constituição e na lei espanhola, no quadro que ela permite para o diálogo democrático, que é sempre a melhor maneira para resolver problemas", destacou.

Na terça-feira, o presidente do Governo catalão, Carles Puigdemont, anunciou no parlamento regional assumir "o mandato do povo" para que a região seja "um Estado independente", mas propôs a suspensão dos seus efeitos para procurar o diálogo com Madrid.

"Continuamos a considerar que é uma questão interna de Espanha, respeitamos evidentemente a soberania de Espanha. Temos laços históricos e contemporâneos muito profundos com Espanha, somos os dois membros da União Europeia, a Península Ibérica é muito importante para todos", disse o chefe da diplomacia portuguesa.

O Governo português confia, acrescentou, que "as instituições e os agentes políticos espanhóis saibam encontrar as vias de um diálogo responsável, no quadro da Constituição e do Estado de direito democrático que vigora em Espanha".

Questionado sobre eventuais repercussões do processo, Santos Silva considerou que "se as coisas correrem bem", não haverá consequências.

"Pelo contrário, até pode ter repercussões positivas, porque mostraremos mais uma vez que é possível superar dificuldades no quadro europeu", defendeu.

Segundo o gabinete da secretaria de Estado das Comunidades, vivem na Catalunha entre 13 e 14 mil portugueses, tratando-se de uma comunidade essencialmente composta por jovens, com idades que entre os 25 e os 45 anos.

 

Foto em destaque ©Reuters


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ