ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cimeira CPLP: Marcelo encontra-se com a comunidade portuguesa em Brasília
Revista PORT.COM • 31-Out-2016
Cimeira CPLP: Marcelo encontra-se com a comunidade portuguesa em Brasília



Os chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) reuniram-se em Brasília, numa cimeira que conta com a presença do futuro secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

Marcelo Rebelo de Sousa chegou ontem ao Brasil e o primeiro ponto da agenda foi um encontro com a comunidade portuguesa residente em Brasília, que se realizou na residência do Embaixador de Portugal na capital brasileira.

Durante a sua intervenção, o Presidente da República trocou, com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, elogios a António Guterres, tendo depois destacado a constante histórica das relações entre Portugal e Brasil.

O Presidente, que se encontra em Brasília para a XI Conferência da CPLP, referiu ainda a “cooperação frutuosa, em todos os domínios, que marca as relações entre os dois estados, sendo esta uma riqueza única”.

 

Países lusófonos reunidos em Brasília

António Guterres é o convidado especial da XI Conferência de chefes de Estado e de Governo da CPLP. O Presidente brasileiro, Michel Temer, disse esperar que Guterres contribua para a “reflexão modernizadora” da comunidade lusófona.

Portugal está representado na cimeira ao mais alto nível, como habitualmente, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo primeiro-ministro, António Costa.

A cimeira, dedicada à Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, decorre no Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores brasileiro, e começou hoje. A reunião marca o início da presidência brasileira da organização, durante os próximos dois anos, sucedendo a Timor-Leste.

O Presidente Temer defendeu que “preciso atualizar a CPLP, alinhá-la ao que há de mais contemporâneo no debate internacional” e garantiu o envolvimento do Brasil com a organização, depois de o chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, ter defendido que o futuro da CPLP “depende largamente do Brasil, porque Portugal aposta, mas o Brasil tem de apostar”.

A celebrar 20 anos de existência, a CPLP deverá ver aprovada nesta cimeira a nova visão estratégica, que pretende definir o rumo da organização para a próxima década.

A CPLP reúne Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste e debruça-se sobre várias áreas de cooperação, como educação, saúde, defesa, agricultura, justiça, economia e língua.

A cimeira será encerrada amanhã de manhã, estando a sessão solene de encerramento prevista para as 10H00 locais.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ