ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Marcelo «atento» aos problemas da mobilidade na Madeira
Revista PORT.COM • 01-Nov-2018
Marcelo «atento» aos problemas da mobilidade na Madeira



O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse hoje, no Porto Santo, que está «atento» aos problemas da mobilidade que afetam a Região Autónoma da Madeira e às críticas à TAP, mas não está em condições de se pronunciar.

«Para já, não digo nada. Antes de dizer, oiço», afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, à chegada ao centro da cidade Vila Baleira, onde participa neste momento numa missa, no âmbito das comemorações dos 600 anos da descoberta da ilha do Porto Santo.

O Presidente da República vincou que está sempre «muito atento» ao conjunto de reivindicações, de queixas, de solicitações e até de indignações, quer no caso da mobilidade nas regiões autónomas como noutros assuntos ao nível nacional.

«Essa é a função do Presidente da República, ser um pouco um provedor atento a essas realidades e veiculando essas realidades nas várias instâncias do poder», disse, esclarecendo que acompanha «todos os dossiês» e «não é por acaso» que amanhã (2 de novembro) receberá no Funchal todos os partidos com assento na Assembleia Legislativa da Madeira.

«Por um lado, é para a marcação das eleições [legislativas regionais] do ano que vem, por outro lado, é para os ouvir sobre esse e outros problemas», explicou.

Marcelo Rebelo de Sousa disse ainda o Presidente da República tem de «estar próximo» para ouvir «aquilo que há a dizer», sublinhando que Portugal é «um só», mas com uma «grande diversidade», onde a função das autarquias locais e das regiões autónomas é «defenderem as suas populações».

Sobre as comemorações dos 600 anos da descoberta do Porto Santo, Marcelo Rebelo de Sousa destacou que é «toda uma história de Portugal» e de alguma maneira «toda uma história do mundo» que se assinalam, sendo que a sua mensagem é, essencialmente, de «gratidão».

«O que eles fizeram nesta terra, na luta contra a natureza e muitas vezes contra outras comunidades, ao longo dos séculos, não tem medida e é um fator de prestígio, de orgulho nacional», afirmou, indicando ainda que poderá fazer umas «férias abertas» no Porto Santo «mais perto do que se pensa».


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ