ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

António Costa garante que militares portugueses não vão «invadir a Venezuela»
Revista PORT.COM • 02-Fev-2019
António Costa garante que militares portugueses não vão «invadir a Venezuela»



O primeiro-ministro, António Costa, disse que o plano de contingência para a Venezuela poderá «envolver diferentes graus» consoante a situação no terreno, mas a «primeira prioridade» é «garantir a segurança dos portugueses».

O primeiro-ministro, António Costa, assegurou que o apoio logístico aos portugueses e lusodescendentes na Venezuela está a ser garantido pelos canais possíveis. Esta semana, o ministro da Defesa João Gomes Cravinho admitiu que estas operações poderiam ser levadas a cabo com a ajuda de militares portuguesas para o país, possibilidade que Costa também comentou, de forma até curiosa: «não, não vamos invadir a Venezuela».

«Esperamos que a Venezuela retome a sua normalidade democrática, o que passa pela realização de novas eleições. Nós agimos concertados no âmbito da União Europeia, que é a forma de termos mais força para agir sobre o regime de Nicolas Maduro», frisou.

O primeiro-ministro afirmou que há um prazo fixado [oito dias, que termina amanhã] e que o governo está a trabalhar com um conjunto de países da União Europeia para que, em conjunto com outros países da América Latina, estarem ativos para o apoio técnico e a garantia de total isenção e imparcialidade na realização de novas eleições.

«Vamos deixar que o prazo seja cumprido e na sequência disso serão tomadas as ações devidas e já anunciadas», explicou.

No que diz respeito à forma como os portugueses serão assistidos no terreno, o primeiro-ministro garante que, para já, «esses canais estão todos estabelecidos, devidamente organizados e articulados com os países da região para que, se for necessário, aconteçam da forma mais segura, rápida e tranquila possível».

Ainda assim, lembra o primeiro-ministro, os meios serão apenas «os que forem necessários», algo que afasta o cenário de uma intervenção mais musculada no país.

«Pergunta-me se vamos invadir a Venezuela? Não, não vamos invadir a Venezuela», garantiu.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
A emigração portuguesa para a Holanda
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ