ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Comissão Europeia quer mais resultados na redução das diferenças de género
Revista PORT.COM • 08-Mar-2019
Comissão Europeia quer mais resultados na redução das diferenças de género



Na taxa de emprego e participação política, Portugal está acima da média europeia.

Lentidão na redução de desigualdades entre homens e mulheres e grandes disparidades entre países são as ideias salientadas no relatório de 2019 sobre igualdade entre homens e mulheres na União Europeia (UE), publicado no Dia Internacional da Mulher.

Com um máximo histórico de 66,4%, a taxa de emprego feminina na UE continua 11,5 pontos percentuais abaixo da taxa masculina. Portugal fica acima da média, com uma diferença de 7,5% entre as duas taxas, um valor melhor do que a Espanha e a Holanda.

O risco de pobreza e a exclusão social, sobretudo nas mulheres idosas, são dois aspetos frisados no relatório. Uma em cada cinco idosas vive em risco de pobreza. Os salários femininos são 16% inferiores aos masculinos, o que a Comissão explica ser causa da elevada participação feminina em profissões mal pagas.

A Comissão destaca ainda a participação feminina nas decisões económicas e políticas, das quais estas últimas têm uma média de 30,2% que Portugal ultrapassa, apresentando valores de 36,4%. No entanto, o caso inverte-se no que diz respeito às administrações de empresas cotadas: a UE com 26,7% e Portugal com apenas 21% de mulheres.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
A emigração portuguesa para a Holanda
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ