ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Medidas para atrair emigrantes não servem se salários continuarem baixos
Revista PORT.COM • 27-Mar-2019
Medidas para atrair emigrantes não servem se salários continuarem baixos



Rui Rio, líder social-democrata fez uma visita de dois dias a Londres. «Para pagar substancialmente mais é preciso políticas económicas que levem a que a economia portuguesa seja mais robusta», defendeu.

O presidente do PSD, Rui Rio, acredita que as medidas criadas pelo Governo para incentivar o regresso de emigrantes a Portugal serão insuficientes se os salários forem mais baixos do que nos países onde atualmente vivem.

«Compreendo que o Governo queira ter medidas que facilitem o regresso a Portugal. Não há nada a dizer contra isso. Mas há uma verdade que é indesmentível: as pessoas só regressam a Portugal, vindas do Reino Unido ou de outro lado qualquer, se Portugal estiver capaz de oferecer empregos e salários em melhores condições do que aquilo que oferece agora», disse à agência Lusa.

«A taxa de desemprego baixou substancialmente, é indiscutível, no entanto o tipo de emprego e os salários oferecidos são muito baixos», vincou, defendendo medidas que incentivem o investimento privado e tornem a economia mais competitiva.

«Chamar outra vez para Portugal os portugueses que saíram durante a troika e pós-troika só com melhores condições de trabalho, por mais e melhores que sejam os benefícios fiscais que, entretanto, possamos dar», insistiu.

«Aconselho os portugueses a voltar para Portugal, como é evidente. Depois cada um tem o seu comportamento individual que temos de respeitar. E se alguém me diz, ganho duas mil libras e se for para Portugal ganho mil euros, convenhamos, que argumentos é que pode levar a pessoa outra vez para Portugal?», justificou.

Na opinião do presidente do PSD, «para pagar substancialmente mais é preciso políticas económicas que levem a que, a médio prazo, não é a curto nem a longo, mas a médio prazo a economia portuguesa seja mais robusta, seja mais forte e seja capaz de pagar esses melhores salários, seja capaz de pagar a dívida pública e seja capaz de ter um Orçamento do Estado mais forte que possa pagar melhores salários aos funcionários públicos».


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ