ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Theresa May: «Se pudermos chegar a um acordo agora (…) ainda podemos sair em 22 de maio»
Revista PORT.COM • 12-Abr-2019
Theresa May: «Se pudermos chegar a um acordo agora (…) ainda podemos sair em 22 de maio»



A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou que, apesar da nova extensão para a saída da União Europeia (UE) até 31 de outubro próximo, o Reino Unido ainda pode deixar a UE em 22 de maio.

«Se pudermos chegar a um acordo agora (…) ainda podemos sair em 22 de maio», disse May, em conferência de imprensa, em Bruxelas, referindo-se aos parlamentares britânicos, que até agora rejeitaram todos os acordos e todas as alternativas que lhes foram propostas. «Já poderíamos estar fora da União Europeia se houvesse apoio do parlamento britânico para o acordo de saída», lamentou.

Apesar disso, a primeira-ministra britânica mostrou-se confiante na ambição de «chegar a um acordo para uma saída ordenada o mais rápido possível», antes do prazo agora prolongado.

May, afirmou que, apesar da nova extensão para a saída da União Europeia até 31 de outubro próximo, o Reino Unido ainda pode deixar a UE em 22 de maio, antes das eleições europeias e por isso «sem ter que realizar eleições».

«Se um acordo for alcançado e as obrigações legais puderem ser ratificadas antes de 22 de maio, poderemos sair sem ter que realizar eleições europeias», disse.

«Enquanto políticos, temos que ouvir o mandato do referendo e agir para que o país possa avançar», frisou May.

A primeira-ministra sublinhou que, enquanto o seu país permanecer na UE «vai manter os direitos e obrigações».

Minutos antes, o presidente do Conselho Europeu pediu ao Reino Unido para não desperdiçar esta nova oportunidade, mas não excluiu taxativamente a possibilidade de o processo não estar finalizado em 31 de outubro, a nova data para o ‘Brexit’.

«Esta extensão é tão flexível como eu esperava, mas mais curta do que esperava, mas ainda assim suficiente para encontrar a melhor solução possível. Por favor, não a desperdicem desta vez», instou Donald Tusk, após a conclusão da cimeira europeia extraordinária dedicada a uma nova prorrogação da data do ‘Brexit’,

A União Europeia e Reino Unido acordaram uma nova data limite para o ‘Brexit’, com os ’27’ a concederem a Londres uma extensão até 31 de outubro, que a primeira-ministra britânica aceitou.

O novo prolongamento do Artigo 50.º “exige” a participação do Reino Unido nas eleições europeias (23 a 26 de maio) e contempla uma revisão intercalar do processo de saída do Reino Unido da União Europeia por ocasião do Conselho Europeu de 20 e 21 de junho próximo.

Em aberto fica a possibilidade de o Reino Unido abandonar a UE a qualquer momento antes da data agora fixada se o parlamento britânico ratificar o Acordo de Saída celebrado entre o bloco europeu e o Governo britânico em novembro de 2018.

 

Foto em destaque ©Reuters


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O acervo bibliográfico sobre a emigração portuguesa
Daniel Bastos
Historiador
Defender a União Europeia e os direitos de cidadania
Paulo Pisco
Deputado do PS
Saibamos aumentar a participação cívica das nossas comunidades
José Cesário
Deputado do PSD
DISCURSO DIRETO
Dia de Portugal e 5.º aniversário da Revista PORT.COM
Marcelo Rebelo de Sousa
PORTUGAL
Língua portuguesa, um passaporte para o presente e para o futuro
Luís Faro Ramos, pres. do Camões I.P.
PORTUGAL
Função de grande responsabilidade e relevância social
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ