ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

António Costa quer fazer Conselho de Ministros especial com representantes da emigração
Revista PORT.COM • 08-Mai-2019
António Costa quer fazer Conselho de Ministros especial com representantes da emigração



O objetivo é fazer coincidir a reunião especial do Governo com o encontro anual do Conselho Permanente do CCP, agendado para os dias 29, 30 e 31 de maio, na Assembleia da República

O primeiro-ministro, António Costa, propôs a realização, no final de maio, de um Conselho de Ministros especial com a participação de representantes dos emigrantes portugueses, disse o secretário de Estado das Comunidades.

Segundo José Luís Carneiro, a proposta foi apresentada pelo primeiro-ministro durante um almoço, em São Bento, com os representantes das comissões temáticas do Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP), que estão reunidas em Lisboa.

A ideia, explicou José Luís Carneiro à agência Lusa, é fazer coincidir a reunião especial do Governo com o encontro anual do Conselho Permanente do CCP, agendado para os dias 29, 30 e 31 de maio, na Assembleia da República.

«Há um potencial das comunidades portuguesas sobre o qual se começa a criar uma consciência coletiva que justifica a proposta do primeiro-ministro para, no fim do mês, quando se reunir o Conselho Permanente, fazer um Conselho de Ministros em que possamos tratar assuntos [das comunidades] transversais à administração pública portuguesa», disse.

José Luís Carneiro, que manteve um breve encontro com os membros das comissões temáticas, lembrou que o secretário de Estado das Comunidades acompanha «muitas áreas da administração pública [...] e que há um conjunto de matérias transversais que não dizem respeito apenas à esfera consular e diplomática no estrangeiro, mas muito às condições de interação e de eficácia na resposta de toda a administração do Estado aos portugueses que estão no exterior».

Como exemplos apontou as questões fiscais, da segurança social, do ensino ou da emissão de documentos como o passaporte ou cartão de cidadão.

A proposta de António Costa foi bem acolhida pelo presidente do Conselho Permanente e conselheiro do Brasil, Flávio Martins, também presente na reunião das comissões temáticas em Lisboa.

«Achamos a ideia ótima...]. Há matérias que não estão associadas apenas ao próprio ministério [dos Negócios Estrangeiros] quanto mais à secretaria [de Estado das Comunidades]», disse Flávio Martins.

Sustentou, por isso, que esta será «uma oportunidade para levar as reflexões» dos representantes da emigração «aos outros pelouros, ministérios e secretarias».

«Pode ser que não dê em nada, mas penso que ficaria mais fácil obter respostas mais rápidas», acrescentou, lembrando que está é uma ideia que há muito era falada dentro do próprio CCP.

Composto por portugueses residentes no estrangeiro, o CCP é o órgão consultivo do Governo para as políticas relativas à emigração e às comunidades portuguesas e está organizado num órgão de cúpula, o Conselho Permanente, secções regionais e três comissões temáticas.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ