ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Recenseamento automático «quebrou obstáculos à igualdade»
Revista PORT.COM • 14-Jun-2019
Recenseamento automático «quebrou obstáculos à igualdade»



O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas destacou, no Mindelo, em Cabo Verde, a importância do recenseamento automático que elevou de 300 mil para 1,5 milhões os cidadãos recenseados no estrangeiro e quebrou obstáculos à igualdade.

José Luís Carneiro falava durante as cerimónias do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que decorreram na cidade do Mindelo, em Cabo Verde.

Para o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, têm sido várias as medidas que contribuem para uma plena integração dos portugueses no mundo, exemplificando com as leis eleitorais, nomeadamente o recenseamento automático, que «criou uma vinculação cívica entre os portugueses no estrangeiro e o seu país de origem».

«Passámos de 300 mil cidadãos recenseados para 1,5 milhões de portugueses recenseados no estrangeiro», afirmou, considerando que a medida quebrou «obstáculos à igualdade».

O governante recordou que, segundo dados das Nações Unidas, existem 5,7 milhões de portugueses e lusodescendentes em 178 países e por todas as regiões do mundo.

Em relação aos portugueses que se encontram em Cabo Verde, José Luís Carneiro referiu que a comunidade é das que «melhor se integrou», recordando que a comunidade cabo-verdiana é a segunda mais importante em Portugal.

O governante reiterou ainda a importância já manifestada pelos chefes de Estado de Portugal e de Cabo Verde no projeto da mobilidade e considerou a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) como «um espaço de valores, de liberdade e de fraternidade».

Fazem parte da CPLP, além de Portugal e Cabo Verde (que tem a presidência rotativa da CPLP), Angola, Brasil, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ