ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Congressista lusodescendente diz que a China pode estar interessada na Base das Lajes
Revista PORT.COM • 30-Set-2016
Congressista lusodescendente diz que a China pode estar interessada na Base das Lajes



Devin Nunes escreveu uma carta a Ashton Carter, secretário da Defesa, na semana passada.

O congressista lusodescendente Devin Nunes avisou o secretário da Defesa dos Estados Unidos que “é provável” que as instalações da Base das Lajes “acabem na posse do governo chinês”, confirmou à Lusa uma fonte do Congresso norte-americano.

“Como muitos no Congresso avisaram no passado, vários altos-representantes chineses visitaram os Açores em anos recentes. Sei agora que a China enviou uma delegação de cerca de 20 representantes, todos fluentes em português, numa viagem de pesquisa que durou semanas e que culmina com a visita do primeiro-ministro, Li Keqiang”, disse Devin Nunes numa carta enviada a Ashton Carter na semana passada.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, encontrou-se com o primeiro-ministro chinês na segunda-feira na ilha Terceira, Açores, mas disse que o encontro servia para preparar a visita do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, à China e que não tinha “agenda escondida.”

Na carta interna, o congressista de origem açoriana garante que “a delegação chinesa é indicada como estando em negociações para expandir os seus investimentos e presença nas ilhas, incluindo o porto de mercadorias na Terceira, e que também expressaram interesse em utilizar a pista aérea da Base das Lajes.”

O presidente da Comissão de Serviços de Informação da Câmara dos Representantes, a câmara baixa do Congresso dos Estados Unidos, explica que “a China tem espalhado a sua influência através de investimentos em infra-estruturas semelhantes em Djibouti, no Sri Lanka, e em outras partes do mundo”.

“Está agora a usar as mesmas tácticas para estabelecer um ponto de apoio nos Açores, o que, se for bem sucedido, será usado como um centro de informações e logística que, no limite, pode ser expandido para usos militares, junto de estruturas criticas aos militares americanos”, avisou Devin Nunes na carta.

“Estamos, efetivamente, a desinvestir de mil milhões de dólares em infraestruturas nas Lajes, que é provável que acabem na posse do governo chinês”, concluiu Devin Nunes.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ