ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

PSD apresenta voto de pesar pela morte de portugueses na Venezuela
Revista PORT.COM • 13-Nov-2019
PSD apresenta voto de pesar pela morte de portugueses na Venezuela



Nos últimos 10 dias, foram assassinados mais 5 cidadãos nacionais naquele país da América do Sul.

O PSD apresentou um voto de solidariedade e pesar pela morte de cinco cidadãos portugueses na Venezuela, reclamando mais capacidade de atuação dos consulados para apoio à comunidade.

A iniciativa foi subscrita pelos deputados José Cesário (Fora da Europa), António Maló de Abreu (Coimbra), Isabel Meireles (Lisboa), Carlos Gonçalves (Europa) e Adão Silva (Bragança).

Os deputados assinalam, no texto apresentado hoje na Assembleia da República, que a comunidade portuguesa vive uma "grave situação de insegurança na Venezuela", lembrando que em diversos assaltos realizados nas localidades de Los Teques, de San Vicente e de Mariche, na área de Caracas, morreram dois casais e mais um outro cidadão, vítimas de casos de criminalidade violenta, que continua a aumentar neste país.

“As atividades económicas a que se dedicam um grande número de membros da nossa Comunidade, na área do comércio e da distribuição de produtos alimentares, torna-os especialmente expostos à ação de bandos armados que se mantêm extremamente ativos em todo o País”, referem os deputados do PSD.

Os parlamentares apontam o que classificam como uma generalização do clima de insegurança, a falta de ação das forças de segurança e as graves condições económicas, que, consideram, "colocam seriamente em causa as condições de subsistência de uma grande parte da comunidade".

Sustentam, por isso, que "mais do que nunca [os portugueses] necessitam de um acompanhamento muito próximo por parte do Governo e das autoridades diplomáticas".

Nesse sentido, os deputados submeteram ao Parlamento para aprovação um voto de solidariedade com a comunidade portuguesa na Venezuela, bem como de um voto de pesar às famílias dos portugueses assassinados nos últimos dias.

Pedem ainda ao Governo português que adote "um plano integrado de apoio à comunidade" e reforce "a capacidade de atuação das estruturas diplomáticas na Venezuela, de forma a minorar os graves efeitos da onda de criminalidade".

Na Venezuela, existem cerca de 179 mil portugueses e lusodescendentes registados nos postos consulares, sendo que no Censos venezuelano de 2011 foram identificados 37 mil imigrantes portugueses, segundo dados oficiais.

Estimativas não oficiais apontam que esse número pode ser superior a 300 mil.

Entre 2015 e 2018, na sequência da crise política e económica entre cinco a 10 mil portugueses saíram da Venezuela para outros países da América Latina, cerca de quatro mil foram para Espanha e cerca de 10 mil regressaram a Portugal.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
Pacto Ecológico Europeu – uma primeira avaliação
Francisco Ferreira
Presidente da Direção da ZERO
Nação luso-brasileira
Igor Pereira Lopes
Jornalista e escritor
Vidas Sem Fronteiras
Daniel Bastos
Historiador
DISCURSO DIRETO
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
O Devir da Lusofonia
Isabelle de Oliveira, Investigadora
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ