ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

França, Canadá, Brasil, Macau… As reações internacionais ao falecimento de Mário Soares
Revista PORT.COM • 10-Jan-2017
França, Canadá, Brasil, Macau… As reações internacionais ao falecimento de Mário Soares



Desde que foi conhecida a notícia da morte de Soares, as mensagens de lamento têm-se multiplicado por todo o mundo. Várias figuras internacionais marcam presença, hoje, no funeral.

Martin Schulz (presidente do Parlamento Europeu), Michel Temer (Presidente do Brasil), Jorge Carlos Fonseca (Presidente de Cabo Verde), José Mário Vaz (Presidente da Guiné-Bissau), Moulay Rachid (príncipe de Marrocos), José Sarney (ex-Presidente do Brasil), Lionel Jospin (ex-primeiro-ministro de França), Felipe Gonzalez (ex-primeiro-ministro de Espanha), Jacques Santer (ex-presidente da Comissão Europeia) são algumas das figuras internacionais que, hoje, estarão presentes no funeral de Mário Soares.

Desde que, no sábado, foi conhecida a notícia do falecimento de uma das figuras mais importantes da história recente de Portugal, as mensagens de lamento têm-se multiplicado por todo o mundo. A PORT.COM partilha testemunhos provenientes de territórios onde residem algumas das maiores comunidades portuguesas no estrangeiro:

 

França

“Com o desaparecimento de Mário Soares, a democracia portuguesa perdeu um dos seus heróis, a Europa um dos seus grandes líderes e a França, que o acolheu no exílio durante a ditadura de Salazar, um amigo de sempre. (…) Presidente da República de Portugal durante dez anos, representou com François Mitterrand e Helmut Kohl o grande impulso europeu. (…) O seu percurso, os seus combates, a sua relação pessoal com o nosso país lembra-nos a profundidade das ligações que unem França e Portugal”, François Hollande, Presidente da França

 

Luxemburgo

"Rendemos homenagem a uma personalidade que deixou marca na história do seu país, enquanto estadista e fervoroso europeísta. Lembramos também com emoção o amigo comprometido com o Luxemburgo", Henri e Maria Teresa, Grão-Duques do Luxemburgo

 

Espanha

“Endereço os pêsames ao povo português e à família de Mário Soares, um grande europeísta e um homem decisivo na democracia lusa”, Mariano Rajoy, primeiro-ministro de Espanha

 

EUA

“Mário Soares convidava-me para falarmos de política, e alertava-me sempre quando achava que os EUA podiam fazer melhor. Era um fervoroso defensor dos direitos humanos e da democracia e eu vou para sempre recordar com muita estima as nossas conversas”, Robert Sherman, embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal

 

Canadá

"Por mais de 50 anos, Mário Soares serviu incansavelmente o povo português. Ele será recordado enquanto ativista e líder político, desempenhou um papel central em fazer regressar a democracia a Portugal, e mais tarde como estadista, tornando-se líder na Europa e no panorama mundial. (…) O seu legado como um dos obreiros do Portugal moderno não será esquecido", Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá

 

Brasil

“O mundo perdeu um estadista e um defensor da democracia e da liberdade. Soares foi uma figura-chave do Portugal moderno, amigo do Brasil”, Michel Temer, Presidente do Brasil

 

“Portugal está hoje mais pequeno com a morte de Mário Soares. (…) Foi a grande figura do país no século XX. Foi o responsável pela salvação de Portugal na grande crise ideológica que viveu depois da revolução dos Cravos”, José Sarney, ex-Presidente do Brasil

 

Cabo Verde

“Portugal e o mundo perderam uma grande referência da democracia e da liberdade. Cabo Verde perde um grande amigo, um lutador nato, que esteve envolvido na história também de Cabo Verde, na luta que ele sempre travou pelos ideais da democracia”, Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde

 

Macau

“É com sincero respeito que expresso o meu pesar sobre o falecimento do ex-Presidente da República portuguesa, Dr. Mário Soares, e endereço as mais sentidas condolências à sua família. (…) Além de ter sido um líder de excelência, Soares também manteve relações estreitas com Macau e contribuiu para o impulsionamento do diálogo entre a China e Portugal no que diz respeito a assuntos relacionados com Macau. Deste modo, após o seu falecimento, a sua ausência será profundamente sentida”, Chui Sai On, chefe do Governo de Macau

 


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ