ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugueses saíram à rua no adeus a Mário Soares
Revista PORT.COM • 10-Jan-2017
Portugueses saíram à rua no adeus a Mário Soares



O cortejo passou por lugares da capital portuguesa que marcaram a vida do antigo Presidente da República, neste que foi o primeiro funeral de Estado desde o 25 de Abril.

Na despedida a Mário Soares, esta terça-feira, milhares de pessoas acompanharam o cortejo fúnebre do antigo Presidente da República, em Lisboa. No percurso até ao Cemitério dos Prazeres, onde se realizou o funeral, foram vários os pontos da cidade onde os lisboetas, e portugueses provenientes de outros pontos do país, gritaram “Soares é fixe” ou “Soares, amigo, o povo está contigo”.

As cerimónias começaram no Mosteiro dos Jerónimos, onde Mário Soares assinou a adesão de Portugal à CEE. Para além dos familiares, fizeram-se notar figuras como o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e os seus antecessores Ramalho Eanes, Jorge Sampaio e Cavaco Silva.

Para além de vários rostos ligados ao Partido Socialista, destaque para os representantes das principais forças políticas do país, como Pedro Passos Coelho (PSD), Jerónimo Martins (CDU), Catarina Martins (BE) e Assunção Cristas (CDS). De resto, registou-se a presença de figuras dos vários quadrantes da sociedade, como o fadista Carlos do Carmo, a ex-atleta Rosa Mota e o humorista Ricardo Araújo Pereira.

Do panorama internacional deslocaram-se a Lisboa nomes como Martin Schulz (presidente do Parlamento Europeu), Michel Temer (Presidente do Brasil), Jorge Carlos Fonseca (Presidente de Cabo Verde), José Mário Vaz (Presidente da Guiné-Bissau), Moulay Rachid (príncipe de Marrocos), José Sarney (ex-Presidente do Brasil), Lionel Jospin (ex-primeiro-ministro de França) e Felipe Gonzalez (ex-primeiro-ministro de Espanha).

Depois de sair do Mosteiro dos Jerónimos, o cortejo passou por lugares da capital portuguesa que marcaram a vida de Mário Soares, neste que foi o primeiro funeral de Estado desde o 25 de Abril. Com passagens pelo Palácio de Belém, Assembleia da República, Fundação Mário Soares e Largo do Rato, o cortejo chegou, pouco antes das 16 horas, ao Cemitério dos Prazeres, aplaudido por centenas de populares com o Hino Nacional de fundo.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ