ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

'Alegria e satisfação' da comunidade portuguesa na chegada da seleção a Andorra
Revista PORT.COM • 07-Out-2017
'Alegria e satisfação' da comunidade portuguesa na chegada da seleção a Andorra



A presença dos campeões da Europa é um momento especial para os milhares de portugueses que vivem no principado. O cônsul honorário de Portugal em Andorra, José Manuel Silva, antecipou uma vitória da seleção lusa no jogo de sábado, a contar para o apuramento para o Mundial 2018, e destacou a 'emoção' da comunidade portuguesa.

Foi num ambiente de autêntica euforia que a seleção nacional chegou a Andorra. Várias dezenas de adeptos, emigrantes portugueses no principado, esperaram ansiosamente e durante várias horas junto à pista do pequeno aeródromo de La Seu D’Urgel para ver os campeões da Europa. 

Na antecâmara de uma partida decisiva para a equipa das 'quinas', o representante português no principado andorrano assumiu que "tudo é possível" no futebol, mas reitera a confiança na capacidade da equipa campeã da Europa, comandada pelo selecionador Fernando Santos, e garantiu que o desafio já mexe com os cerca de 11 mil portugueses a residir no território.

"Espero, desejo e estou praticamente seguro [de uma vitória de Portugal]. Sabemos que a seleção andorrana não é uma seleção de primeiro nível e penso que não será um jogo muito difícil. Acredito muito na nossa seleção. Penso que vamos ganhar com muita tranquilidade", afirmou.

Em entrevista à Lusa, José Manuel Silva realçou a "alegria e satisfação" da comunidade portuguesa, que procura incessantemente um bilhete para assistir ao encontro. Apesar de estar em Andorra há já 32 anos, o cônsul honorário, que ocupa o cargo desde 2012, vinca a sua lealdade ao país de origem.

"Estamos a receber o atual campeão europeu e isso nota-se no ambiente. Em todos os sítios fala-se da nossa seleção. Somos 11 mil portugueses, é muito bom para a comunidade portuguesa. Já estou em Andorra há 32 anos, mas sou e serei sempre português e vou torcer pela minha seleção", admitiu.

Com a Catalunha e a influência do FC Barcelona muito próximas do principado, José Manuel Silva garantiu que Cristiano Ronaldo é olhado com admiração pela população, muito por culpa dos emigrantes portugueses e pela extensa falange de adeptos do Real Madrid, que prometem apoiar o capitão da seleção e anular possíveis assobiadelas.

"O Ronaldo vem representar a seleção nacional, não o Real Madrid. E aqui em Andorra também há muita gente do Real Madrid, não é tudo do FC Barcelona. Diria que o Ronaldo vai ser apoiado pelos portugueses e por tantas e tantas pessoas que são do Real Madrid aqui em Andorra", explicou.

O sentimento de emoção é partilhado por António Martins, presidente da Associação dos Empresários Portugueses em Andorra, que assegura que a modesta seleção andorrana, atual número 144 do 'ranking' da FIFA, tem noção das suas limitações antes do embate com o campeão da Europa.

"Todos os jogadores da seleção de Andorra são trabalhadores normais como nós e eles têm todos a ilusão de ganhar a Portugal. A cada dia que os encontramos eles dizem: Nós vamos ganhar. Mas eles não têm hipóteses e também sabem disso. Estão todos contentes por terem vindo o Ronaldo, o Quaresma e o Pepe", confessou.

Embora reconheça que as dimensões reduzidas do campo, cumprindo as "medidas mínimas da UEFA", possa afetar o desempenho de Portugal, António Martins afirmou que a goleada é o cenário mais esperado, tal como se verificou nos quatro encontros já realizados entre as duas seleções (vitórias por 4-0, 3-0, 7-1 e 6-0).

"Se Andorra, de facto, parasse Portugal seria notícia nos meios de comunicação de todo o mundo e uma alegria para eles. O próprio presidente da Federação de Futebol de Andorra é português [Victor Santos] e ainda ontem falei com ele, que me dizia: Estamos todos contentes, mas vamos ver quantos é que vamos levar", conclui.

Portugal, segundo classificado, com 21 pontos, visita este sábado (19H45) Andorra, quinta e penúltima classificada, com quatro, num jogo da nona jornada do grupo B de apuramento para o Campeonato do Mundo de futebol de 2018, agendado para o Estadi Nacional, em Andorra-a-Velha, que vai ser arbitrado pelo checo Miroslav Zelinka.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A Santa Casa da Misericórdia de Paris
Daniel Bastos
Historiador
Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades
José Cesário
Deputado
Ser português fora é ter Portugal dentro
Isabelle Coelho-Marques
Presidente da NYPALC
DISCURSO DIRETO
Portugal Maior
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«Português é uma língua com valor universal»
Luís Faro Ramos, presidente do Instituto Camões
PORTUGAL
«A China está pronta para nos acolher»
José Augusto Duarte, Embaixador de Portugal na China
CHINA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ