ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cátia Azevedo alcança mínimos para Mundiais em pista coberta
Revista PORT.COM • 19-Fev-2018
Cátia Azevedo alcança mínimos para Mundiais em pista coberta



A portuguesa Cátia Azevedo (Sporting) alcançou, no fim de semana, os mínimos para a prova dos 400 metros dos Mundiais de atletismo em pista coberta, a disputar em Birmingham, ao cumprir a distância em 53,13 segundos, em Pombal.

No Nacional de clubes, Cátia Azevedo, recordista nacional nos 400 metros ao ar livre (51,63), conseguiu mínimos por dois centésimos de segundo e superou a melhor marca do ano, que já estava na sua posse (53,94).

"Eu não sei correr em pista coberta, sinceramente, porque é preciso ter uma parte inicial muito rápida, que eu não tenho. É muito difícil e a nossa pista não é propriamente a ideal. A prova não foi excessivamente rápida, como vou encontrar, mas foi uma das minhas mais rápidas e sabia que se mantivesse na parte crucial, dos 200 aos 300, teria uma boa marca", explicou a atleta natural de Oliveira de Azeméis, de 23 anos.

Cátia Azevedo, 31.ª no Rio2016 e 39.ª nos Mundiais de 2017, junta-se a Lorene Bazolo (Sporting), nos 60 metros, Nelson Évora (Sporting), no triplo salto, e Tsanko Arnaudov (Benfica), no lançamento do peso, entre os atletas lusos com mínimos para os Mundiais, que vão ser disputados em Birmingham, entre 01 e 04 de março.

"Estive ausente na semana passada [Nacional individuais] e tenho tentado ser mais rápida na parte inicial, mas não tenho conseguido, porque tive uma semana péssima, muito doente, e com alguns treinos não muito bons. Vim, não digo desmotivada, sem grande esperança. Acho que tenho garra suficiente e preparação para os Mundiais", rematou a atleta, que tem como recorde pessoal 53,30.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Mensagem de Natal para os leitores da revista PORT.COM
Marcelo Rebelo de Sousa
Presidente da República
Manaus, seiva d'ouro
Jack Soifer
Consultor Internacional
Oportunidade de encontro com o país e com uma região
José Luís Carneiro
Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas
DISCURSO DIRETO
Quo Vadis?
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«Tinha o sonho de ter um hotel em NY e consegui concretizá-lo»
Alfredo Pedro, empresário
PORTUGAL
«A CPLP oferece um extraordinário e estratégico instrumento»
Secretária Executiva da CPLP
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ