Revista PORT.COM - Notícias de Portugal e das Comunidades
ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Foto Discurso Direto
Editor da revista luso-eslovena Sardinha
2019-02-01
Já se ouve o Fado na Eslovénia

Há muitos sabores portugueses que nos fazem falta estando tão longe de casa, e sem dúvida, que o Fado é um deles. Afinal, é um importante representante da nossa cultura e muitas vezes o seu embaixador pelo mundo inteiro. Foi uma conquista importante que tivesse chegado a património mundial da Humanidade promovido pela Unesco. Fez muita gente por cá conhecer esse nosso orgulho nacional e trazer aos palcos eslovenos muitos fadistas ao longo dos poucos anos que passaram (há que notar que na Eslovénia, que conta com uma população de 50 portugueses registados, não é fácil ter estes mimos por cá).

Foi com grande entusiasmo que se ouviu Fado em português na capital eslovena, na sala de espetáculos Poket Teater Studio. Foi trazido pela voz de Polona Udovič que, acompanhada do seu quarteto Mascara, fez brilhar os olhos dos presentes. Para além de Polona, que estudou na academia de música de Ljubljana, o quarteto conta também com os músicos Timi Krajnc, Mitja Režman, Vojko Vešligaj. Depois de terem apresentado o seu álbum “Barco Negro” nas terças feiras de Jazz no klub Cankarijev Dom (o equivalente esloveno à Casa da Música no Porto), o quarteto veio brindar a audiência com um concerto bem mais íntimo, como o Poket Teater já nos tem vindo a habituar.

Este quarteto é composto apenas por eslovenos que, por tanto gostarem do nosso Fado, se dedicaram a ele de corpo e alma. E junta os eslovenos à lista de estrangeiros amantes e cantantes do fado, lista que já há alguns anos incluía os vizinhos croatas. Poucas semanas antes deste concerto, a fadista chinesa Cao Bei regressava aos palcos portugueses para integrar o ciclo de espetáculos “Fado sem Fronteiras”. Houve também em Lisboa um concerto da Maja Milinkovic, que faz a fusão entre o fado das balcãs – chamado de Sevdah – e o nosso num projeto a descobrir.

Na Eslovénia, Polona marca presença no documentário de Carolina Silveira, rodado em vários pontos da Eslovénia.

Fala sobre o sentimento tão português que é o da Saudade, e está agora na fase final de produção para sair em breve para algumas salas de cinema. Talvez responda à eterna pergunta: podem também os estrangeiros sentir a Saudade? A Polona será entrevistada para a 19.ª edição da revista Sardinha, para nos contar, entre outras coisas, se também na Eslovénia se pode sentir o fado. Até lá fica o disco.

OPINIÃO
Quanto 'vale' o investidor da Diáspora?
José Caria
Diretor Adjunto da PORT.COM
Sagres, uma marca de bebida com história e identidade
Nuno Pinto Magalhães
Diretor de Relações Institucionais da SCC
Felicidade? Lusodescendentes! Exemplo: São Paulo
Jack Soifer
Consultor Internacional
DISCURSO DIRETO
Encontro Intercalar na Madeira será iniciativa coroada de êxito
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
Invest Madeira: o epicentro da vontade dos investidores
Ana Filipa Ferreira, Dir. Invest Madeira
PORTUGAL
Sejam bem-vindos à Madeira!
Miguel Albuquerque
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ