Novembro 28, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Atualizações ao vivo: a guerra da Rússia na Ucrânia

Atualizações ao vivo: a guerra da Rússia na Ucrânia
O governador da Rússia da Agência Internacional de Energia Atômica, Mikhail Ulyanov, participa da reunião do Conselho de Governadores da Agência na sede da Agência Internacional de Energia Atômica em Viena, Áustria, em 7 de março (Askin Kiyagan/Agência Anadolu/Getty Images)

Um diplomata russo disse que Moscou saúda a viagem planejada da Agência Internacional de Energia Atômica à usina nuclear de Zaporozhye, no sudeste da Ucrânia, ocupada por forças russas.

O representante permanente da Rússia para organizações internacionais em Viena, Mikhail Ulyanov, disse que a Rússia entende que a AIEA deixará vários representantes na estação em caráter permanente, informou a mídia estatal RIA Novosti.

“Até onde sabemos, a intenção do diretor-geral é deixar várias pessoas na estação de forma permanente”, disse Ulyanov, segundo a RIA.

Ulyanov acrescentou que a missão consiste em “cerca de dez funcionários do secretariado da agência que lidam com salvaguardas e questões de segurança nuclear”, bem como uma grande equipe da ONU que lida com logística e segurança, informou a RIA.

“A Rússia contribuiu significativamente para a preparação desta missão. Esperamos que a visita da missão da AIEA dissipe muitas especulações sobre a situação desfavorável da usina nuclear de Zaporizhia”, acrescentou Ulyanov.

O que está acontecendo? Na manhã desta segunda-feira, o chefe da Agência Internacional de Energia Atômica, Rafael Mariano Grossi, tuitou que a delegação chegaria a Zaporizhia – sede da maior instalação nuclear da Europa – “no final desta semana”.

O Kremlin disse, na segunda-feira, que a missão da Agência Internacional de Energia Atômica entrará na usina nuclear de Zaporizhzhya pelo lado ucraniano, mas que a Rússia garantirá sua segurança nos territórios ocupados pelo exército russo.

“No que diz respeito aos territórios controlados pela Rússia, a segurança será fornecida no nível apropriado exigido lá”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres em uma teleconferência regular.

“[The mission] vai entrar [nuclear plant] Territórios do território controlado pelas Forças Armadas da Ucrânia. Lá, a segurança será fornecida pelos ucranianos”, acrescentou Peskov.

READ  Em Tóquio, Biden diz que estará disposto a usar a força para defender Taiwan

Quando Peskov foi questionado sobre a possibilidade de criar uma zona desmilitarizada ao redor da usina, ele disse que o assunto “não estava em discussão”.

Peskov acrescentou que a Rússia dá as boas-vindas à tão esperada missão da Agência Internacional de Energia Atômica.

“Estamos esperando por esta tarefa há muito tempo. Consideramos necessário”, disse Peskov.