ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Banco da China quer delegações em todos os países de língua portuguesa
Revista PORT.COM • 09-Dez-2019
Banco da China quer delegações em todos os países de língua portuguesa



O Banco da China quer abrir delegações em todos os países de língua portuguesa, disse a semana passada, em Lisboa, o presidente do Conselho de Supervisão, justificando o interesse com o facto de se tratar de uma instituição financeira com carácter global.

“Temos todo o gosto em abrir delegações nos países de língua portuguesa”, disse Wang Xiquan durante a intervenção de encerramento do “Seminário de comunicação e cooperação financeira internacional da iniciativa ‘Faixa e Rota'”, que decorreu até 4 de dezembro, na capital portuguesa.

O presidente do Conselho de Supervisão do Banco da China adiantou que a instituição “servirá de ponte para a comunicação entre a China e os países de língua portuguesa, facilitando a entrada” na China e ajudando “a desenvolver a cooperação nestes países.”

“O Banco da China é um banco global, com o objetivo de prestar serviços e cooperar com os governos de todo o mundo, e gostaríamos de ter cada vez mais intercâmbios nas áreas económicas e financeiras, para podermos ser úteis”, concluiu o banqueiro, citado pela agência noticiosa Lusa.

O Banco da China está já presente em Angola, no Brasil e em Portugal.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
O Festival das Migrações, Culturas e Cidadania
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ