Julho 22, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

700 incidentes devido ao mau tempo em Portugal

700 incidentes devido ao mau tempo em Portugal

José Costa, comandante de serviço da Comissão Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), disse à Lusa que a situação mais crítica ocorreu na tarde de quinta-feira, sendo que das 00h00 às 12h00 de hoje foram registados 58 casos num total de 716 casos.

Segundo Jorge Costa, a maioria dos incidentes esteve relacionada com queda de árvores (304), inundações (157), queda de estruturas (137) e desmatamento de estradas (92).

O comandante destacou que as zonas mais afetadas pelo mau tempo foram a Grande Lisboa, onde se registaram 225 incidentes, seguida do Algarve (72) e da Legieria do Tejo (50).

Segundo a Defesa Civil, foram registados na quinta-feira dois eventos de vento extremo no país, na bacia do Tejo, que afetaram os concelhos de Montijo (Setúbal), Moida (Setúbal) e produziram chuvas na margem norte do Tejo. De Lisboa e Silves (Faro).

O evento na bacia do Tejo, segundo a ANEPC, está a ser analisado pelo Instituto Português dos Oceanos e da Atmosfera (IPMA) por poder tecnicamente formar um furacão.

Na quinta-feira, o meteorologista Alessandro Maracchini disse à Lusa que “pelas 14:00, uma célula convectiva que fazia parte de um sistema frontal que atravessava a costa portuguesa apresentava atividade muito intensa e atravessava a zona sul de Lisboa”. Imediatamente começou a receber relatos do fenômeno climático.

No final desta quinta-feira, pelas 18h20, o concelho de Silves, no distrito de Faro, foi atingido por mais um evento de vento extremo, provocando “quedas de grandes árvores, danos em veículos e telhados de casas afetadas”, segundo apurou. à ANEPC.

O Comandante em exercício Lusa na ANEPC disse que as previsões meteorológicas de hoje indicam queda de neve e perturbações do mar nas regiões norte e centro, não sendo esperadas chuvas fortes.