Maio 21, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Empresas ocidentais se movem para sair da Rússia com o endurecimento das sanções

Empresas ocidentais se movem para sair da Rússia com o endurecimento das sanções
  • BP aliena participação da Rosneft no valor de US$ 25 bilhões
  • Pressionar outras empresas de energia a seguir o exemplo
  • Ações de empresas de origem russa foram atingidas
  • Alguns bancos russos fecharam suas portas ao sistema SWIFT
  • União Europeia, Canadá e Grã-Bretanha fecharam o espaço aéreo da Rússia

28 Fev (Reuters) – A gigante de energia BP, o banco global HSBC e a maior empresa de leasing de aeronaves do mundo, AerCap, se juntaram a uma lista crescente de empresas ocidentais que buscam sair da Rússia nesta segunda-feira, enquanto as sanções ocidentais apertaram o cerco a Moscou pela conquista da Ucrânia.

O Ocidente procurou punir a Rússia com uma série de medidas, incluindo o fechamento do espaço aéreo para aeronaves russas, o fechamento de alguns bancos russos da rede financeira global SWIFT e a limitação da capacidade de Moscou de implantar seus US$ 630 bilhões em reservas estrangeiras. Consulte Mais informação

A economia russa já estava cambaleando na segunda-feira. O rublo caiu até 30% para uma baixa histórica, enquanto o banco central dobrou sua taxa de juros para 20%, manteve os mercados de ações e derivativos fechados e proibiu temporariamente os corretores de vender títulos detidos por estrangeiros para ajudar a limitar as perdas. . Consulte Mais informação

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

A BP, o maior investidor estrangeiro da Rússia, anunciou repentinamente no fim de semana que estava abrindo mão de sua participação de 20% na Rosneft, controlada pelo Estado. (ROSN.MM) A um custo de até US$ 25 bilhões, o que reduziria as reservas de petróleo e gás da empresa britânica pela metade e reduziria a produção da BP em um terço. Consulte Mais informação

READ  Parlamento do Chile rejeita planos de nacionalizar partes do setor de mineração | Chile

A decisão da BP, que se seguiu às conversas com o governo britânico, destacou outras empresas ocidentais que têm participações em projetos russos de petróleo e gás, como a norte-americana ExxonMobil. (XOM.N)Francês TotalEnergies (TTEF.PA) Grã-Bretanha paralisada (suspirar).

Equino (EQNR.OL)A estatal norueguesa de energia disse que começaria a liquidar suas joint ventures na Rússia, enquanto o fundo soberano da Noruega, o maior do mundo, também gastará cerca de 25 bilhões de coroas norueguesas (US$ 2,8 bilhões) em seus ativos russos. Consulte Mais informação

O fundo soberano da Austrália também disse que pretende encerrar sua exposição a empresas listadas na Rússia. Consulte Mais informação

Grandes partes da economia russa serão uma zona proibida para bancos e empresas financeiras ocidentais após a decisão de isolar alguns de seus bancos do SWIFT, um sistema de mensagens seguro usado em trilhões de dólares em transações em todo o mundo.

O braço europeu do Sberbank (SBER.MM)Na segunda-feira, o Banco Central Europeu, o maior credor da Rússia, alertou para o fracasso, depois que seus depósitos foram apressados. Consulte Mais informação

Banco britânico HSBC (HSBA.L) Uma nota vista pela Reuters mostrou que a empresa disse que começou a encerrar os laços com um grupo de bancos russos, incluindo o segundo maior banco VTB, um dos bancos alvo das sanções. Consulte Mais informação

As ações caíram

Em meio à crescente pressão econômica sobre a Rússia, mesmo a neutra Suíça disse que provavelmente seguirá a liderança da União Europeia, impondo sanções e congelando ativos russos. Consulte Mais informação

READ  A guerra da Rússia na Ucrânia: atualizações ao vivo

Enquanto os russos faziam fila em caixas eletrônicos (ATMs) no fim de semana por temores de que as sanções pudessem levar a uma escassez de dinheiro, as empresas ocidentais atingidas na Rússia foram atingidas quando os mercados abriram na segunda-feira. Consulte Mais informação

Pneus Nokian (PNEUS.HE)A , que disse na semana passada que transferiria parte da produção da Rússia para a Finlândia, onde tem uma fábrica e um armazém, retirou sua orientação para 2022, prejudicando suas ações.

As ações da Société Générale também caíram (SOGN.PA)o banco francês dono do Rosbank da Rússia, e a montadora Renault (RENA.PA)que controla a montadora russa Avtovaz.

A Finnair perdeu um quinto de seu valor depois que retirou a diretiva de 2022 devido ao possível fechamento do espaço aéreo russo, depois que países europeus e Canadá tomaram a medida sem precedentes de fechar seu espaço aéreo para aeronaves russas. Consulte Mais informação

Autoridades norte-americanas disseram que os Estados Unidos estão considerando uma medida semelhante.

As empresas de leasing disseram que encerrariam centenas de contratos de arrendamento de aeronaves com companhias aéreas russas devido às sanções. A empresa de análise Cirium disse que a Rússia tem 980 aviões de passageiros em serviço, dos quais 777 são alugados e 515 são alugados de empresas estrangeiras. Consulte Mais informação

AerCap Holdings da Irlanda (AER.N)A maior empresa de leasing de aeronaves do mundo, onde cerca de 5% de sua frota é arrendada para companhias aéreas russas, disse que deixaria de arrendar para a Rússia. Aviação BOC da Arrendadora Asiática (2588.HK) Ele disse que a maioria de suas aeronaves na Rússia, ou cerca de 4,5% de sua frota, seria afetada. Consulte Mais informação

READ  Biden está visitando a Polônia após a cúpula da OTAN sobre a invasão russa da Ucrânia

United Parcel Service Inc., com sede nos Estados Unidos (UPS.N) e FedEx Corp (FDX.N)Duas das maiores empresas de logística do mundo disseram que interromperam as entregas para a Rússia e a Ucrânia. Consulte Mais informação

A União Europeia baniu os meios de comunicação russos RT e Sputnik, enquanto as empresas de telecomunicações canadenses também pararam de oferecer RT. O Google proibiu o RT e outros canais russos de receber dinheiro por anúncios em sites, aplicativos e vídeos do YouTube, semelhante ao movimento do Facebook. Consulte Mais informação

O chefe do mercado interno da União Europeia disse aos CEOs da Alphabet, proprietária do Google (GOOGL.O) Ele se uniu no YouTube no domingo para proibir usuários que promovem propaganda de guerra como parte de medidas para impedir a desinformação sobre a Ucrânia.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Reportagem adicional de Ron Bosso e Dmitri Zhdanikov em Londres, Fu Yun Che em Bruxelas, Jamie Freed em Sydney, Caroline Cohen em Londres, Saeed Azhar em Dubai; Escrito por Carmel Crimmens e Edmund Blair; Edição por Grant McCall

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.