Maio 23, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Guerra entre Israel e Hamas, ataques aéreos a Gaza, ataque das FDI

Guerra entre Israel e Hamas, ataques aéreos a Gaza, ataque das FDI
O Papa Francisco está rodeado de bispos no final da sua audiência geral semanal no Vaticano, em 29 de novembro. Massimo Vallecchia/NoorPhoto/Getty Images

O Papa Francisco conversou por telefone com o presidente israelense, Isaac Herzog, sobre a guerra entre Israel e o Hamas no final de outubro.

Ela descreveu a conversa entre o casal como um “telefonema tenso”. Relatório do Washington Post Quinta-feira, citando um alto funcionário israelense familiarizado com a ligação, que não havia sido relatada anteriormente.

Herzog estava contando a Francisco sobre o nível de choque sem precedentes que Israel sentiu após o ataque do Hamas em 7 de outubro, quando o Papa disse francamente que “é proibido responder ao terrorismo com terrorismo”, segundo o jornal, citando o responsável israelita.

Uma fonte do Vaticano confirmou na sexta-feira à CNN que um telefonema entre o presidente israelense e o papa ocorreu no final de outubro, mas a CNN não conseguiu verificar se Francisco usou os comentários de “terrorismo”.

O Vaticano disse em comunicado ao Washington Post sobre a ligação: “A ligação, como outras ligações nos mesmos dias, ocorre no contexto dos esforços do Santo Padre para conter a seriedade e o alcance do conflito no Médio Oriente. Leste.” A terra santa.”

Poucos dias depois do seu telefonema com Herzog, o Papa conversou com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, em 2 de novembro. Em 22 de outubro, Francisco ligou para o presidente dos EUA, Joe Biden, sobre a guerra.

Alguns antecedentes: O Papa descreveu publicamente a guerra entre Israel e o Hamas como terrorismo.

No dia 22 de novembro, durante um encontro público na Praça de São Pedro, Francisco disse: “Esta manhã, recebi duas delegações, uma de israelenses que têm parentes reféns em Gaza e outra de palestinos que têm parentes que sofrem em Gaza. muito, e ouvi como “Ambos sofrem: as guerras fazem isso, mas aqui estamos além da guerra. Isso não é guerra. Isso é terrorismo”.

O Papa apelou repetidamente a um cessar-fogo na guerra entre Israel e o Hamas e mantém contactos regulares com a comunidade católica em Gaza.

READ  Rússia lança mísseis em Kyiv e outras cidades após se retirar do acordo de grãos