Agosto 15, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Influenciadores suspeitos de facilitar a imigração ilegal para Portugal

De acordo com um relatório do Expresso, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) está a investigar pelo menos 22 casos de influenciadores e youtubers brasileiros a residir em Portugal.

Segundo o jornal, muitos brasileiros que chegaram a Portugal há quatro anos estão agora a partilhar nas redes sociais dicas de como chegar ao país, como alugar alojamento, como entrar no país como turistas e quais são os truques. Documentos a obter.

O SEF disponibiliza agora parcerias com contabilistas, advogados, solicitadores ou agências de viagens que prestam serviços de consultoria. Existem influenciadores que cobram centenas ou mesmo milhares de euros por estes serviços, com milhares de seguidores nas redes sociais como YouTube, Instagram e Facebook.

Entre os conteúdos investigados pelo SEF contam-se vídeos que mostram como se mudar para uma casa maior antes de completar um ano de residência em Portugal.

O SEF disse ao Expresso que “estão sob investigação casos relacionados com assistência à imigração ilegal e assistência à imigração ilegal, onde os suspeitos utilizam a Internet, ou seja, as redes sociais”.

Por sua vez, a Associação Brasileira de Portugal (APB) disse estar a acompanhar a situação “com preocupação”, afirmando que este tipo de vídeos cria um risco de criação de informação falsa para pessoas que pretendem sair do seu país e residir em Portugal.

“Está ficando fora de controle, as pessoas acham que têm o direito de tirar uma selfie e isso se espalha para centenas de pessoas. É lamentável”, diz Ricardo Pesa, presidente da ABB.

Há seis anos, o número de brasileiros em Portugal aumenta – dobrando desde 2016. São a comunidade estrangeira mais representada no país e, atualmente, mais de 211 mil brasileiros vivem em Portugal.

READ  Portugal está em chamas com um plano para eleitores positivos para o Governo