Julho 19, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que os Estados Unidos deveriam parar de “incentivar” a guerra na Ucrânia

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que os Estados Unidos deveriam parar de “incentivar” a guerra na Ucrânia

(CNN) Presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva Ele disse no sábado que os Estados Unidos deveriam parar de “encorajar” a guerra na Ucrânia.

“Os EUA precisam parar de encorajar a guerra e começar a falar sobre paz; a UE precisa começar a falar sobre paz para que possamos convencer Putin e Zelensky de que a paz é do interesse de todos e que a guerra só é interessante, neste momento, para os dois eles”, disse Lula. a repórteres em Pequim.

Lula também revelou que durante suas conversas com o líder chinês Xi Jinping eles discutiram a formação de um grupo de líderes afins na Ucrânia.

“Tenho uma teoria que já defendi com Macron, Olaf Schultz da Alemanha e Biden, e ontem discutimos longamente com Xi Jinping. É preciso formar um grupo de países dispostos a encontrar uma forma de conseguir isso”, disse. disse Lula.

Os Estados Unidos e a União Européia foram os principais fornecedores de armas e ajuda à Ucrânia após a invasão russa.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, descartou as negociações de paz enquanto o presidente russo, Vladimir Putin, permanecer no poder.

Lula esteve em Pequim na sexta-feira para conversas com Xi Jinping visando restabelecer as relações entre a China e o Brasil, que tiveram momentos tensos sob o governo do ex-líder Jair Bolsonaro.

Mas também revela uma dimensão crescente das questões geopolíticas que preocupam o Ocidente.

Enquanto a invasão da Ucrânia pela Rússia dominou grande parte das conversas diplomáticas na Europa e em Washington, a viagem de Lula à China foi Em vez disso, eles colocaram grande ênfase no comérciocomo o investimento chinês pode ajudar a economia brasileira a se recuperar e o mundo potencialmente lucrativo dos créditos de carbono.

READ  Notícias da guerra Rússia-Ucrânia: atualizações ao vivo

Como muitos líderes de países de renda média e em desenvolvimento, Lula adotou uma política de laissez-faire na guerra na Ucrânia, rejeitando os esforços liderados pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para unir a comunidade internacional diante da invasão russa.