Julho 19, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

O primeiro lançamento do foguete Ariane 6: um foguete europeu decola pela primeira vez

O primeiro lançamento do foguete Ariane 6: um foguete europeu decola pela primeira vez

Existem contratos de lançamento de um míssil que ele carrega consigo durante os primeiros três anos de operação. Esses contratos incluem 18 lançamentos para outro bilionário americano, Jeff Bezos, que quer criar um grupo de satélites de Internet chamado “Kuiper”.

As autoridades europeias pretendem lançar um foguete Ariane 6 cerca de uma vez por mês.

Se essa taxa de voo puder ser alcançada, o foguete deverá ser capaz de se estabilizar, disse Pierre Lyonet, da consultoria espacial ASD Eurospace.

Ele disse à BBC News: “Primeiro, precisamos garantir que haja demanda suficiente por parte dos clientes europeus – instituições europeias. Depois, a Ariane precisa conquistar alguns clientes comerciais ao lado da Kuiper. Isso lhe daria um mercado”.

“Mas é uma questão de preço. Se o preço do míssil Falcon 9 reduzir sistematicamente o preço do míssil Ariane 6, haverá um problema.”

Ariane 6 é um projeto que envolve 13 estados membros da ESA, liderado pela França (56%) e Alemanha (21%). Os 13 parceiros prometeram pagar subsídios de até 340 milhões de euros (295 milhões de libras) anualmente para apoiar a fase inicial da exploração do Ariane 6.

O Reino Unido foi um ator líder no início do programa de lançamento europeu e continua a ser um estado membro da Agência Espacial Europeia, mas o seu envolvimento direto com o Ariane terminou quando o protótipo do Ariane 4 foi retirado em 2003.

Algumas empresas britânicas continuam a fornecer componentes numa base comercial e é certo que algumas naves espaciais construídas no Reino Unido continuarão a voar no foguetão Ariane.