Fevereiro 7, 2023

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

PepsiCo investe 7,5 milhões de euros em biodigestor em Portugal

PepsiCo Portugal anunciou que vai investir 7,5 milhões de euros para desenvolver um novo biodigestor que transforma resíduos orgânicos em biogás.

A empresa diz que o projeto reflete o seu “compromisso com a sustentabilidade e redução das emissões de carbono” na sua fábrica de snacks no Carregado.

Ajudando a sua instalação do Carregado, localizada no concelho de Alengar, a reduzir em 30% as emissões de carbono, o biodigestor contribui também para a redução do consumo de gás, permitindo a utilização do biogás produzido durante o processo de digestão anaeróbia.

O processo utiliza o biogás diretamente como combustível em várias etapas da produção e a limpeza das linhas de produção pode ser utilizada como fonte de energia renovável. Para que o biogás seja um substituto direto do gás natural, ele deve primeiro ser pré-tratado em uma refinaria que converte o biogás em biometano.

A PepsiCo vai utilizar lamas produzidas na estação de tratamento de águas residuais da central de biodigestores de Portugal e cascas de batata e outros resíduos alimentares considerados impróprios para consumo. Esses resíduos são pré-tratados e convertidos em composto orgânico limpo e convertido em biogás. O projeto faz parte da estratégia de sustentabilidade Positive (Pep+) da PepsiCo.

Fernando Moraga, Country Manager da PepsiCo em Portugal, afirmou: “Estamos orgulhosos por começar o ano com o anúncio deste projecto-piloto no Sul da Europa, que é um grande passo no processo de transição para uma cadeia de valor positiva. Com o novo biodigestor, trabalharemos de forma mais eficiente com o planeta desenvolvendo soluções alternativas de energia.

Nelson Sousa, Plant Manager da PepsiCo em Portugal, comentou: “O novo biodigestor terá capacidade para converter mais de 21.900 toneladas de resíduos orgânicos em 4.818.000 Nm3 de biometano por ano, o equivalente a uma redução de 30% nas emissões de carbono. Durante o processo de fabricação.”

READ  Accenti atualiza costumes portugueses

Sousa acrescentou: “Além disso, vai permitir que a nossa unidade de negócio continue a ser um caso de estudo à escala das boas práticas de sustentabilidade da PepsiCo a nível europeu, e um exemplo de circularidade e reciclagem local. Aproveitamento de resíduos fora da nossa fábrica. “

A PepsiCo informou que iniciará a construção do biodigestor em abril de 2023 em um local separado próximo à fábrica de Alengar, ocupando uma área total de 420 metros quadrados.