Julho 22, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Portugal proíbe venda de 111 medicamentos genéricos

Portugal proíbe venda de 111 medicamentos genéricos

A lista para Portugal inclui 111 medicamentos de empresas farmacêuticas como Generis e Santos, que devem ser retirados ou cuja comercialização não deve ser aprovada, por decisão do Administrador Comunitário seguindo recomendação da Agência Europeia de Medicamentos (EMAno resumo em inglês).

Segundo o relatório do administrador social, a avaliação da EMA aos genéricos do Synapse, na sequência de um pedido da Agência Espanhola do Medicamento, concluiu que não havia dados ou eram insuficientes para “demonstrar a bioequivalência”, o que significa que os dois medicamentos libertam a mesma substância activa no corpo na mesma proporção e na mesma extensão sob as mesmas condições.

A EMA “determinou que os testes realizados pela Synapse Labs a estes medicamentos genéricos não cumpriram os rigorosos requisitos da UE para demonstrar a sua equivalência aos medicamentos de referência”, reforça Bruxelas.

O acordo com 27 Estados-membros especifica que as autorizações nacionais de introdução no mercado serão suspensas até que os fabricantes forneçam dados precisos e fiáveis ​​para demonstrar a equivalência, ou seja, “forneçam dados que demonstrem que os medicamentos genéricos libertam a mesma quantidade de substância activa que os medicamentos de referência física”.

READ  Dos Tribunais de Portugal aos Tribunais de Blacksburg