Maio 23, 2024

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Preso por alugar imóvel ilegalmente

Preso por alugar imóvel ilegalmente

O jovem de 30 anos é suspeito de 16 acusações de fraude, 10 acusações de falsificação de contratos de arrendamento, 6 acusações de danos a casas e 6 acusações de invasão de propriedade.

O suspeito “utilizou as casas que estavam devolutas por pertencerem a proprietários estrangeiros ou a pessoas que não residiam nelas, trocou as fechaduras e alugou-as para férias”, disse à agência Lusa o comandante da unidade regional das Caldas da Rainha. .

Segundo o comandante, o homem “divulgou as casas e visitou os locais com pessoas interessadas em arrendar e assinou contratos como se as casas fossem suas”.

Em alguns casos, “os proprietários que se deslocaram às casas descobriram que estas estavam ocupadas por inquilinos sem o seu conhecimento”, acrescentou.

Os crimes ocorreram entre o verão de 2023 e março de 2024 nos concelhos de Alcobaça, Caldas da Rainha, Óbidos e Peniche. GNR disse em um comunicado.

No âmbito da investigação, que culminou com a detenção do suspeito, a polícia realizou quatro rusgas, a duas habitações e a duas viaturas, nos concelhos de Porto de Mós e Nazaré.

Como resultado, dois veículos foram apreendidos; nove celulares para cometer crimes de fraude; Um cartão multibanco; Um laptop e diversas ferramentas usadas para cometer crimes.

READ  Ministro do Interior de Portugal renuncia após acidente de carro matar trabalhador rodoviário Portugal