Maio 26, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

Que Portugal importa mais da Ucrânia?

A Ucrânia foi o principal fornecedor de milho de Portugal para Portugal em 2021, produzindo mais de um terço do milho importado, com grandes importações de óleos de petróleo ou minerais betuminosos (excluindo óleos manufacturados) da Rússia, segundo o INE.

Até 2021, o milho importado da Ucrânia representará 34,7% das importações domésticas desse produto. De acordo com o INE, na União Europeia, apenas a Holanda é altamente dependente do milho da Ucrânia (39,7%).

De fato, entre 2017 e 2021, a Ucrânia sempre foi um grande fornecedor de milho, com uma média de 34,4% das importações nacionais deste produto.

Das importações ucranianas, principalmente devido ao milho, os produtos agrícolas foram o grupo mais representado (73,5% do peso total total). Depois do milho, o óleo de girassol bruto (excluindo aplicações técnicas ou industriais), o segundo produto mais importante no conjunto dos produtos agrícolas importados da Ucrânia, representa 51,4% das importações portuguesas da Ucrânia.

A colza ou sementes de colza são o terceiro produto mais importante das importações agrícolas ucranianas, representando 30,6% do PIB.

Depois dos produtos agrícolas, os grupos de outros produtos importados por Portugal da Ucrânia incluem metais comuns (19,1%), ferro fundido, ferro e aço, máquinas e equipamentos (1,4%), alimentos (1,2%) e madeira e cortiça (1,1%). . Juntos, esses cinco grupos de produção respondem por uma média de 96,2% das importações da Ucrânia.

Importado da Rússia

Da Rússia, até 2021, as principais importações portuguesas de óleos petrolíferos ou minerais betuminosos (excluindo óleos brutos) representaram 16,3% do total das importações no ano passado. O gás natural liquefeito representa 16,6% do total, conforme segue.

No entanto, o INE refere que estes rácios são inferiores à média da UE (17,5% e 33,5%, respetivamente).

READ  Green Motion expande presença europeia com o franchisado em Portugal

Transações

Entre 2017 e 2021, as transações com a Ucrânia representaram 0,1% do total das exportações e 0,3% das importações, segundo o INE. O valor máximo das importações em 2021 é de 297 milhões de euros.

Com a Rússia, no mesmo período, as exportações para aquele país representaram 0,3% do total exportado e as importações 1,5% do total importado. Em 2017, as importações da Rússia atingiram um valor recorde de 5 1.577 milhões, dos quais 74,5% foram relativos a petróleo bruto ou minérios betuminosos (naquele ano a Rússia era o principal fornecedor deste produto a Portugal).