Janeiro 27, 2023

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

T-Mobile diz que está investigando a violação de dados envolvendo 37 milhões de contas

19 de janeiro (Reuters) – A operadora de telefonia móvel dos Estados Unidos T-Mobile (TMUS.O) Na quinta-feira, disse que estava investigando uma violação de dados envolvendo 37 milhões de contas pré-pagas e esperava incorrer em custos significativos relacionados ao incidente.

A empresa disse que identificou atividade maliciosa em 5 de janeiro e foi contida em um dia, acrescentando que nenhum dado sensível, como informações financeiras, foi comprometido.

No entanto, algumas informações básicas do cliente foram obtidas, como nome, endereço de cobrança, e-mail e número de telefone, disse a T-Mobile.

“Nossas investigações ainda estão em andamento, mas a atividade maliciosa parece ter sido totalmente contida neste momento, e atualmente não há evidências de que o malfeitor tenha conseguido comprometer ou comprometer nossos sistemas ou rede”, disse a empresa, acrescentando que teve. Comecei a notificar os clientes afetados.

A Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC) também abriu uma investigação sobre a violação de dados da empresa, informa o Wall Street Journal. mencionado na quinta-feira, citando um porta-voz da FCC.

A FCC e a T-Mobile não responderam imediatamente aos pedidos da Reuters para comentar a investigação relatada.

As ações da empresa caíram 2% nas negociações após o expediente.

No ano passado, a T-Mobile, com sede em Bellevue, Washington, concordou em pagar US$ 350 milhões e gastar US$ 150 milhões adicionais para atualizar a segurança de dados para resolver litígios sobre um ataque cibernético de 2021 que comprometeu informações pertencentes a cerca de 76,6 milhões de pessoas.

A T-Mobile tem mais de 110 milhões de assinantes, tornando-se a terceira maior operadora sem fio nos Estados Unidos.

Reportagem adicional de Eva Matthews e Lavanya Ahir em Bengaluru; Edição por Sriraj Kaluvella, Maju Samuel e Rashmi Aish

READ  Wells Fargo acusado de realizar entrevistas de emprego falsas com candidatos de minorias: relatório

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.