Junho 30, 2022

Revista PORT.COM

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Revistaport

UE permite que Espanha e Portugal gastem para aliviar os preços da energia

Bruxelas – A UE permitirá Espanha E o governo português está usando bilhões de euros em ajuda para ajudar a reduzir o fardo da rotação dos preços da eletricidade durante a guerra da Rússia contra os consumidores na Península Ibérica. Ucrânia Aumenta a pressão de energia.

A ajuda de 8,4 bilhões de euros (US$ 9 bilhões) – 6,3 bilhões de euros (US$ 6,8 bilhões) para a Espanha e 2,1 bilhões (US$ 2,3 bilhões) para Portugal – visa ajudar os produtores de combustíveis a gerar custos de combustível. A Comissão Europeia, que segue as regras de auxílios estatais, permite que o programa seja executado por um ano.

A guerra na Ucrânia elevou os preços do gás, criando um efeito indireto sobre os já crescentes preços da eletricidade em ambos os países.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchez, saudou a decisão, prevendo uma redução imediata de 20% nos preços da eletricidade doméstica na quinta-feira.

Seu colega português, Antonio Costa, disse após semanas de conversas com seus parceiros da UE que os países ibéricos “percorreram um longo caminho” para proteger empresas e famílias do aumento dos preços.

Esta decisão protege os consumidores ibéricos de futuras convulsões “se a guerra na Ucrânia for prolongada ou pior”, disse Sanchez.

Espanha e Portugal assinaram um teto temporário para os preços do gás natural no mês passado. Foi descrito como uma tentativa “sem precedentes” de reduzir os preços da energia e a inflação em um esforço conjunto descrito pelo ministro do Meio Ambiente de Portugal.

A medida, que foi aprovada em Bruxelas na quarta-feira, ignora as regras do mercado comum da UE, mas o órgão de governo da UE disse que permitiria, dizendo que “as economias espanhola e portuguesa estão passando por graves interrupções”. Isso significa que até 31 de maio de 2023, um megawatt será usado para gerar menos de 50 euros (US$ 54) em média por hora.

READ  Consumo de óxido nitroso em Portugal: 'Não riem'

A Espanha espera cortar custos imediatamente para um terço dos consumidores domésticos e 70% dos industriais. Mas algumas empresas de energia espanholas criticaram o plano, citando preocupações de que as novas regras possam desestabilizar o mercado.

Margaret Vestager, vice-presidente executiva da comissão, disse que o plano permitirá que Espanha e Portugal reformem seus sistemas de energia de acordo com as metas de mudança climática e “em última análise, mitiguem ainda mais os efeitos da crise energética nos consumidores finais”.

———

Acompanhe a cobertura da AP sobre a guerra na Ucrânia em https://apnews.com/hub/russia-ukraine